Como medir miliamperes em um circuito

Escrito por ed wagner | Traduzido por ricardo soares
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como medir miliamperes em um circuito
Um multímetro digital pode medir corrente alternada e contínua (Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images)

Vários métodos podem ser usados ​​para encontrar a corrente que circula em um circuito. Alguns são a medição direta utilizando um multímetro ligado ao circuito. Outros exigem cálculo. Para medir a corrente, é necessário abrir o circuito para um ponto de teste. Existem várias maneiras de realizar esta tarefa.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Multímetro
  • Pontas de prova
  • Ferro de solda
  • Solda
  • Cabo de fibra óptica
  • Resistor ohm
  • Osciloscópio

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Meça a corrente em um circuito, abrindo-o e inserindo um multímetro. Se esta for uma medição que não será repetida, basta utilizar um ferro de solda para levantar uma extremidade de um componente ligado em série. Ajuste o multímetro para medir os amperes e conecte as pontas de prova em série com o componente e a placa. A maioria deles são capazes de ler até 10 amperes, e as entradas têm fusíveis para proteção de correntes acima desse valor.

  2. 2

    Use uma caixa de conexões para fornecer pontos de teste para as medições. Elas vão desde simples para elaboradas. Uma caixa simples pode ser conectada em linha com um cabo de alimentação para medir a corrente de entrada. Em um cabo de alimentação de corrente contínua de 12 volts, por exemplo, um condutor seria dividido e as suas extremidades ligadas a um par de tomadas fêmeas de banana. As tomadas estarão em uma pequena caixa. As pontas de prova do multímetro são conectadas às tomadas para as medições de corrente. Uma versão mais elaborada consiste em uma placa de circuito com conectores em ambas as extremidades e os pontos de teste em cada condutor. Uma placa de computador se conecta a uma extremidade e a placa de conexões se conecta à placa-mãe do computador.

  3. 3

    Use a caixa de conexões com uma alta potência de 1 ohm para monitorar os intermitentes. Conecte um resistor de 1 ohm em série e ligue as pontas de prova do osciloscópio através dele. Não use um resistor ''wire-wound'' para medições de corrente alternada. Os osciloscópios não podem medir a corrente diretamente. O dispositivo mede a queda de tensão e a lei de Ohm pode ser usada para calcular a corrente. O valor desta em amperes é igual a tensão dividida pela resistência, por isso, se a queda de tensão for igual a 0,75 volts, a corrente será de 0,75 amperes ou 750 miliamperes. A tela do osciloscópio revela as alterações conforme você aplica a vibração ou o spray de esfriamento durante a solução de problemas.

    Como medir miliamperes em um circuito
    Uma forma de onda complexa em um osciloscópio (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)
  4. 4

    Verifique a fonte de alimentação de bancada pela corrente. A maioria das fontes de bancada podem ser alternadas entre tensão e corrente, e algumas têm um limitador de corrente ajustável que alterna a alimentação se aquela for muito grande. Algumas fontes de alimentação podem medir a corrente na escala de miliamperes, mas nem todas o fazem.

Dicas & Advertências

  • Adquira o hábito de testar as entradas de qualquer unidade de potência com um medidor de ohm antes de conectá-la a uma fonte de tensão. Algumas entradas são protegidas com diacs, ativados quando expostos a tensões transitórias de alto nível. Um diac ativado estourará o fusível de uma fonte de alimentação ou irá desliga-lo quando detectar uma corrente acima do valor máximo

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível