Olho com entrópio em cães

Escrito por heather vecchioni | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
 Olho com entrópio em cães
Genética e alterações no olho desempenham um papel na ocorrência do entrópio (oeil de chien image by Anthony CALVO from Fotolia.com)

Se os olhos do seu cão parecem constantemente lacrimejar ou estão sempre inflamados, o entrópio pode ser a causa. Entrópio é uma condição em que as pálpebras de um cão são dobradas para dentro, permitindo que a pele e os cílios façam contato e irritem o olho. Isto pode causar diversas condições, incluindo dano corneal, se a irritação for crônica. Se você suspeita que seu cão tenha entrópio, consulte um veterinário.

Outras pessoas estão lendo

Quem ele afeta

De acordo com o veterinário Bari Spielman da Pet Place, o entrópio pode afetar qualquer cão. Existem determinadas raças, no entanto, que desenvolvem essa condição mais do que outras. Cães de raça pura que parecem ser os mais afetados incluem shar-peis, chow chows, labrador, golden e chesapeake Bay Retriever, são bernardo, bulldog inglês e setters irlandeses.

Causas

O entrópio é conhecido por ser uma condição genética, ou que é transmitida dos pais do cão. Spielman continua a dizer que o entrópio pode também ocorrer mais tarde na vida do cão, como resultado de alterações ao redor dos olhos. A doença pode se desenvolver se o olho do cão se move para trás, fazendo com que as pálpebras caiam na direção do olho. Além disso, ele pode ocorrer se o olho encolhe após uma lesão ou infecção. O entrópio também pode ser um resultado das pálpebras que perderam sua função neurológica normal.

Sintomas

O veterinário Race Foster da Doctors Foster e Smith afirma que cães com entrópio podem apresentar diversos problemas oculares. A maioria dos cães vai apresentar olhos vermelhos que podem lacrimejar excessivamente. Além disso, alguns cães vão tocar com as patas em seus olhos devido à dor. Esse toque no olho pode causar arranhões, que podem causar mais danos aos olhos. O cão pode também apresentar muco ou corrimento grosso provenientes dos olhos.

Diagnóstico

Um veterinário deve realizar um exame oftalmológico para diagnosticar o entrópio. Ele examinará a pálpebra em busca de sinais de movimento para dentro. Ele também pode aplicar corante fluoresceína no olho para procurar por arranhões ou úlceras causadas por irritação crônica. Além disso, o veterinário pode examinar o movimento do olho, antes e depois que a anestesia for dada.

Tratamento

Foster afirma que o único tratamento para o entrópio é a cirurgia. Existem várias técnicas de cirurgia diferentes que são usadas para corrigir o entrópio. A mais comum, no entanto, envolve fazer uma incisão abaixo do olho e remover uma parte da pele. O veterinário, em seguida, sutura os dois lados da incisão, que vai puxar a borda da pálpebra para baixo, para a posição adequada. Antibióticos podem ser prescritos para resolver qualquer infecção como resultado do entrópio, além de pomada para proteger o olho de outras irritações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível