Como pescar com iscas artificiais e larvas

Escrito por contributing writer | Traduzido por william texeira
Como pescar com iscas artificiais e larvas
Saiba como pescar com iscas caseiras (Stewart Sutton/Photodisc/Getty Images)

Iscas artificiais amarradas a mão e larvas vivas fazem excelentes iscas quando se pesca em fluxos, riachos e rios, sempre superando muitas iscas produzidas em massa. Comparado com iscas artificiais de plástico e metal, iscas caseiras e larvas vivas correspondem mais próximo com a alimentação dos peixes em estado selvagem, atraindo mesmo o peixe mais cauteloso na fisgada. E o método para a pesca com iscas caseiras e larvas utiliza o fluxo da corrente para levar a isca em grandes áreas de água, aumentando a exposição e a probabilidade de captura do peixe.

Instruções

  1. 1

    Prenda uma boia no final da linha que está na vara de pesca e molinete, e deixe 30 cm de linha de fuga após a boia. Amarre um pequeno cilindro giratório no fim da linha de pesca que está ligado à boia. Amarre uma linha de chamada de 4-lb de 90 cm. Teste para a outra extremidade do cilindro giratório. Amarre a isca artificial no final da linha de chamada ou um pequeno anzol para segurar um verme.

  2. 2

    Lance a linha com a boia e isca ou verme na água a ser pescada, deixando o carretel aberto para que a linha possa correr livremente. Use o peso do flutuador para o vazamento, ou simplesmente solte a boia na água e deixe a corrente levá-la rio abaixo.

  3. 3

    Permita que a corrente remova linha do carretel o quanto for necessário e leve a boia sobre as áreas mais promissoras onde o peixe pode estar escondido. Direcione a boia se necessário, movendo a ponta da vara de pesca para os lados se precisar.

  4. 4

    Puxe a linha com o carretel quando a boia for muito longe rio abaixo.

  5. 5

    Lance novamente a boia na água, deixando-a boiar com a corrente com a isca ou verme arrastando atrás dela. Permita que a boia flutue livremente como se fosse um pequeno ramo de uma árvore flutuando na água, apresentando, portanto, a isca em uma aparência de forma mais natural quanto possível.

Dicas & Advertências

  • Enrole a linha rapidamente, já que os peixes normalmente não mordem este tipo de configuração de puxada quando a isca ou verme estiver sendo puxado rio acima, contra a corrente. O peixe vai morder a isca como ela flutua rio abaixo. Continue lançando a boia e permitindo que ela derive com a corrente, mesmo se nenhum peixe morder a primeira ou segunda vez que você a lançar. Enquanto os peixes também podem atacar em seu primeiro lançamento, muitas vezes você pode ser bem-sucedido pacientemente trabalhando o mesmo curso de água, mas se não obter mordidas após repetidas tentativas, mude para outro lugar e tente.
  • Tenha cuidado para não deixar sua boia ser levada longe demais rio abaixo antes de enrolar e tentar novamente. Embora você possa usar a corrente para levar seu anzol em várias áreas, aumentando assim a sua probabilidade de apanhar um peixe, encontrar um obstáculo que está longe, rio abaixo, com um monte de linha para fora do carretel, pode ser algo difícil de lidar.

O que você precisa?

  • Vara de pesca de água doce, com carretel e linha de pesca
  • 3 metros de linha de pesca de teste de 4 lb
  • Boia
  • Barril giratório pequeno
  • Anzol pequeno

Lista completaMinimizar

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível