Plantas domésticas letais para cães

Escrito por jen davis | Traduzido por lara kimberly pedra barbosa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Plantas domésticas letais para cães
Diferentes tipos de plantas podem ser tóxicas para cães (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

As toxinas nas plantas são um jeito natural delas protegerem-se de predadores que, do contrário, comeriam-nas. As toxinas variam em força e potência. Algumas plantas farão seu cão ficar doente enquanto outras são letais. Determinar quais plantas em sua casa podem ser letais se seu cachorro consumi-las é um passo importante para fazer de seu lar um lugar seguro para seus animais. Vários fatores afetarão o quão letal uma planta doméstica será para seu cão.

Outras pessoas estão lendo

Plantas tóxicas

A American Society for the Prevention of Cruelty to Animals (Sociedade Americana de Prevenção de Crueldade aos Animais) identificou mais de 300 plantas consideradas tóxicas para cães. Plantas domésticas que são tóxicas a eles incluem tinhorão, babosa, lírio da paz, dieffenbachia schott, jiboia, ciclame, imbé, dracaena, costela de adão, samambaia, entre outras.

Sintomas

Seu cachorro pode ter uma variedade de sintomas depois de ingerir uma planta tóxica. Alguns incluem vômito, diarreia, problema gastrointestinal, tremores, depressão, recusa a comer, mudanças na cor da urina, inflamação gastrointestinal, baba, falta ou perda de coordenação, fraqueza, coceira, dificuldades para engolir, problemas respiratórios e morte. Os efeitos vão variar dependendo do tipo de planta que seu cachorro ingeriu. Sem um tratamento apropriado e no tempo, muitas plantas tóxicas são mortais.

Outros fatores

O tamanho do seu cachorro, sua sensibilidade a toxinas e a quantidade do material consumido interferirão em quão sério o envenenamento será. Um cão muito grande que ingerir um ou dois pedaços de uma planta tóxica tem menos probabilidade de morrer do que um cachorro muito menor que comer uma quantidade significante da planta. É importante determinar quanto do material tóxico o cão consumiu. Veterinários precisam decidir o melhor tratamento para o cão baseando-se em parte na quantidade de produto tóxico que ele ingeriu.

Alternativas para plantas tóxicas

Plantas de seda são consideradas uma alternativa segura para muitas casas com animais de estimação. A ASPCA também identificou uma variedade de plantas que dizem não ser tóxica para cães, incluindo violeta africana, margaridas, plantas de borracha, palmeiras arecas e bambu. Donos de animais devem também seguir os procedimentos básicos de segurança mantendo as plantas longe do seu alcance e lembrando de não usar pesticidas tóxicos, produtos químicos e fertilizantes nas plantas de dentro de casa. Pesticidas tóxicos usados em plantas não-tóxicas pode ser tão ruim quanto uma planta tóxica para um cão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível