Posso usar alimentos vegetais Osmocote em orquídeas?

Escrito por samantha belyeu | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Posso usar alimentos vegetais Osmocote em orquídeas?
Orquídeas possuem necessidades de fertilização muito particulares (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Um fertilizante que muitos jardineiros usam em suas orquídeas é o Osmocote, um fertilizante granulado e de liberação lenta formulado para uso caseiro e profissional. Entretanto, o debate em como fornecer os nutrientes às orquídeas inclui argumentos a favor e contra o uso do fertilizante, e se você o usa, quanto e que tipo de fertilizante é apropriado para cultivar as orquídeas profissionalmente ou no jardim de sua casa.

Outras pessoas estão lendo

Recomendações

Fertilizantes rotulados especificamente para uso com orquídeas recomendam tempos e quantidades bem específicas para atender às necessidades dessa espécie de planta. O motivo pelo qual esses fertilizantes são tão específicos é que muitas orquídeas se enquadram em um grupo de plantas que se alimentam pelas folhas, enquanto as raízes são mecanismos de ancoragem que não absorvem tantos nutrientes. De fato, muitas orquídeas crescem nos ramos de outras árvores, onde há pouco solo para armazenar nutrientes nas raízes por muito tempo. Fertilizar as orquídeas em excesso ou de maneira inadequada pode resultar em danos ou morte da planta.

Fertilizar ou não?

Alguns produtores de orquídeas dizem que jardineiros não devem fertilizar as orquídeas, enquanto outros recomendam um regime estável. Os tipos de fertilizantes aceitáveis vão de orgânicos a inorgânicos e de liberação lenta a liberação rápida. Entretanto, jardineiros cultivaram orquídeas com um certo grau de sucesso usando muitas combinações desses métodos, incluindo o uso do Osmocote. O University of Florida Institute of Food and Agricultural Sciences, assim como o Hillsborough County Extension, recomendou aplicar o Osmocote 14-14-14 (nitrogênio-fósforo-potássio) em uma escala de 1 colher de sopa por 15 cm de solo a cada dois ou três meses.

Aviso

Depois da aplicação do Osmocote, quaisquer grânulos remanescentes nas folhas da orquídea irão causar danos, principalmente em orquídeas que precisam de nebulização frequente para manter um alto nível de umidade, já que a umidade libera os nutrientes no Osmocote. Contato direto com altas concentrações de nitrogênio e outros nutrientes contidos no Osmocote irão deixar uma marca de queimadura nas folhas. Altas concentrações de grânulos onde a base da folha encontra a planta podem até romper o fluxo de nutrientes para o resto da folha e matá-la ou danificar a base da planta.

Considerações

O guia de uso do Osmocote fornecido pela Scotts Company LLC não recomenda especificamente o uso do Osmocote para orquídeas. Entretanto, ele declara que o produto possui uma ampla variedade de usos em cuidar das necessidades nutritivas de plantas de jardim. Centros locais de jardinagem, produtores ou serviços de extensão frequentemente possuem uma visão melhor sobre o uso do Osmocote em orquídeas em locais fechados ou abertos, e se as taxas de aplicação devem variar baseadas no clima local.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível