Como saber se você precisa remover as amígdalas

Escrito por steve repsys | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como saber se você precisa remover as amígdalas
Um médico olhando a garganta de um paciente (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Encontradas dos dois lados de sua garganta, as amígdalas são caroços de tecido responsáveis por prender bactérias e vírus que podem invadir o corpo através do nariz, boca e garganta. Os glóbulos brancos presentes nas amígdalas e os anticorpos produzidos por elas trabalham para destruir os germes, evitando que você fique doente. Às vezes, as amígdalas são sobrecarregadas e aumentam ou infeccionam, precisando ser removidas. A grande maioria das amígdalas é retirada durante a infância.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Diagnosticando

  1. 1

    Peça que alguém examine sua garganta com uma lanterna. As amígdalas aumentadas ou inchadas são um sinal comum que sugere que talvez você precise removê-las. É possível dizer se elas estão inchadas se elas estiverem vermelhas ou possuírem uma cobertura branca ou amarelada. Se suas amígdalas estiverem inchadas e infectadas, você está sofrendo de amigdalite.

  2. 2

    Converse com seu médico se a amigdalite for recorrente. A remoção das amígdalas, chamada de amigdalectomia, muitas vezes é recomendada quando a amigdalite ocorrer pelo menos sete vezes em um ano ou cinco vezes dentro de um período de 24 meses. Se as amígdalas ficarem tão grandes ao ponto de afetarem a respiração, ou um abscesso ou tumor for detectado, a cirurgia pode ser necessária. Em alguns casos, o crescimento das amígdalas pode fazer com que seja difícil mastigar ou engolir ou causar roncos, levando a distúrbios do sono. Nesses casos, existe a possibilidade da amigdalectomia.

  3. 3

    Obtenha uma segunda opinião e certifique-se de se consultar com um otorrinolaringologista. A remoção da amigdalite é um problema de qualidade de vida e não existem regras exatas de quando ela deve ser realizada. No final, você é quem decide se o procedimento é necessário depois de reunir todas as informações de seu médico e do otorrinolaringologista.

Dicas & Advertências

  • Se você precisar de uma amigdalectomia, não se preocupe com infecções futuras. Seu corpo tem linfonodos mais do que suficientes para compensar a remoção das amígdalas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível