Mais
×

Quais são as causas da queda de pelos excessiva em cães?

Atualizado em 21 novembro, 2016

A queda de pelagem é normal para os cães. Essa é uma ocorrência sazonal. No entanto, quando ocorre a queda excessiva, ou em momentos em que não se espera, ela pode ser motivo de preocupação. A queda de pelagem excessiva em cães é sinal de um de muitos problemas de saúde. Esses podem ser leves ou apresentar risco de morte. Se você notar uma queda de pelagem incomum ou excessiva, consulte um veterinário imediatamente para obter o diagnóstico correto.

As causas da queda de pelagem excessiva podem variar desde um desequilíbrio hormonal até doenças autoimunes, má nutrição e estresse.

Escovar o seu cão todos os dias pode reduzir a queda de pelagem (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Desequilíbrio hormonal

Doenças caninas, tais como hipotireoidismo, diabetes e a doença de Cushing, provocam o desequilíbrio hormonal e podem resultar na descamação excessiva. O desequilíbrio hormonal é um grave problema de saúde e, se não for tratado, pode apresentar risco de morte. O tratamento pode envolver a terapia hormonal ou a cirurgia.

Câncer

Os tumores malignos que causam queda de pelagem são tipicamente encontrados nos ovários e nos testículos dos cães. Eles estão associados a um desequilíbrio hormonal. O tratamento envolve a remoção cirúrgica do órgão afetado e, em seguida, a administração de uma terapia correta para a doença, como a quimioterapia.

Doenças autoimunes

Se a queda da pelagem ocorre em manchas, é muito provavelmente um problema autoimune. Esse é um tipo de alopecia que afeta os cães e tende a desaparecer por conta própria. Se a queda persistir, o tratamento pode envolver injeções de cortisona.

Má nutrição

A queda de pelagem incomum também ocorre quando um cão não consome quantidades adequadas de vitaminas e minerais através da sua dieta. Alimentar o cão com uma dieta rica em proteínas e fornecer suplementos vitamínicos e minerais ajuda a resolver esse problema de saúde. Os suplementos de ácidos graxos essenciais ajudam a manter a pele e a pelagem e reduzir a queda.

Parasitas da pele

Se o cão está infestado de ácaros Demodex, a sarna pode ocorrer. Isso resulta na perda capilar. A perda é tipicamente vista em torno dos olhos, mas pode ocorrer em qualquer parte do corpo atacada. A raspagem da pele revela a presença de ácaros. O veterinário prescreverá um creme tópico ou uma solução de lavagem para a sua eliminação. As pulgas também são responsáveis ​​por causar queda excessiva. Verifique o cão em busca de pulgas e, em seguida, consulte o veterinário para o tratamento correto.

Infecção fúngica

Uma das infecções fúngicas mais comuns que afeta os cães é a micose. Ela provoca a perda de pelagem no local da infecção, juntamente com prurido e a irritação da pele. Usar um pulverizador tópico medicado, como miconazol, ou um creme ajuda a eliminar a infecção e interromper a queda de pelagem.

Estresse

A mudança, uma nova adição na família ou ser deixado sozinho por longas horas pode levar ao estresse em cães, o que resulta em perda repentina de pelagem. No entanto, se a causa do estresse for interrompida, a queda excessiva normalmente cessa.

Queda de pelagem em raças específicas

Algumas raças, como os galgos, golden retrievers e setters irlandeses, são propensas à queda de pelagem excessiva. A queda de pelagem nessas raças específicas não é motivo de preocupação, já que o pelo volta a crescer. Mas o melhor é consultar um veterinário para garantir que não existam condições de saúde subjacentes, juntamente com a queda de pelos.

Dicas para lidar com a queda de pelagem canina

Escove e banhe seu animal de estimação regularmente para remover o excesso de pelos. Os fios soltos da pelagem serão coletados pela escova ou removidos durante a lavagem.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article