Quais são as finalidades dos espinhos do cacto?

Escrito por alex bramwell | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são as finalidades dos espinhos do cacto?
Os espinhos do cacto têm muitas outras funções além da defesa (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Existem 1.600 espécies de cactos, em 104 gêneros, quase todos nas Américas. A maioria possui caules suculentos e grupos de espinhos, que na realidade são folhas modificadas. Os espinhos fazem muito mais do que simplesmente proteger os cactos contra animais que desejam comê-los. Agem como uma camada protetora, retendo umidade e ar quente, além de ser uma defesa para os caules contra a forte luz solar.

Outras pessoas estão lendo

Proteção

Os espinhos do cacto formam uma barreira protetora em torno da planta, mantendo os herbívoros afastados de seu caule macio e rico em água. Também proporcionam sombra, protegendo a planta contra a forte exposição ao sol. Os cactos que crescem no deserto, expostos ao calor, tendem a possuir mais espinhos que os das pradarias ou florestas, pois precisam de mais proteção contra o sol. Em algumas espécies, como a Mammillaria plumosa, os espinhos são moles, brancos e plumosos e não têm qualquer finalidade defensiva. Em vez disso, destinam-se somente a servir de proteção contra o sol.

Retenção de água

Os espinhos de um cacto capturam uma camada de ar quente e úmido ao seu redor. Isto reduz a quantidade da perda de água pela evaporação durante a fotossíntese. Como muitos cactos crescem em ambientes áridos, seus espinhos lhes permitem preservar o máximo possível de umidade.

Dispersão

Algumas espécies de cactos dos gêneros Mammilaria e Opuntia possuem espinhos em gancho e sistemas radiculares superficiais. Eles se fixam aos animais que passam nas proximidades e então, ao cair no solo se enraízam.

Outras funções

Alguns cactos do deserto da América do Sul possuem espinhos lanuginosos que apontam para baixo. A água de nevoeiros marítimos condensa-se sobre os espinhos e depois escorre para a terra, na base da planta, onde é absorvida pelas raízes. Os espinhos também agem como cobertores térmicos, capturando uma camada de ar quente ao redor da planta, protegendo-a contra frio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível