Quais medicamentos antialérgicos podem ser tomados durante a gravidez?

Escrito por jack gerard | Traduzido por marcos gomes
Quais medicamentos antialérgicos podem ser tomados durante a gravidez?
Alguns antialérgicos podem ser tomados durante a gravidez (Creatas Images/Creatas/Getty Images)

Estudos feitos em mulheres grávidas tomando medicamentos com ou sem prescrição médica são limitados. Médicos, cientistas e mães têm medo dos efeitos que os estudos possam ter sobre os fetos, assim pode ser difícil provar se os medicamentos são seguros para uso durante a gravidez. Isto não significa que nenhuma informação esteja disponível sobre o assunto, evidentemente; alguns medicamentos, como os antialérgicos, têm disponíveis informações sobre utilização durante o período de gravidez.

Trimestres

A gravidez é dividida em três períodos básicos de três meses cada, conhecidos como ''trimestres''. É recomendado que nenhum remédio seja tomado durante o primeiro trimestre, a não ser em caso de absoluta necessidade, já que existe uma grande chance da medicação causar problemas no início da gravidez. Quando o bebê se desenvolve no segundo e terceiros trimestres, há outras recomendações sobre a medicação (apesar de que ainda devam serem evitados os antialérgicos para garantir o desenvolvimento seguro da criança). Se a mãe estava sob medicação antes de ficar grávida, os médicos geralmente aconselham que ela pare de tomar o remédio, exceto nos casos absolutamente necessários.

Categorias

Os medicamentos são separados em cinco categorias distintas: A, B, C, D e X. As categorias A e B são medicações comprovadamente seguras para se tomar durante a gravidez, apesar dos remédios da categoria B terem sido testados somente em fêmeas animais e não em mulheres. Não há, de modo geral, evidências ou estudos feitos nos medicamentos na categoria C para determinar a segurança de tomá-los durante a gestação. Os remédios categoria D e X são tidos como perigosos, e tomá-los pode causar dano ao feto, apesar dos benefícios do uso da categoria D suplantem os riscos. A categoria X de medicamentos não devem ser tomadas durante a gravidez, uma vez que os risco para o bebê sejam maiores do que o benefício das medicações.

Anti-histamínicos

Alguns anti-histamínicos são mais seguros do que outros. Ao mesmo tempo que não há anti-histamínicos na categoria A, existem várias opções da categoria B, assim como algumas opções da categoria C. Zyrtec, Claritin e Benadryl são medicamentos da categoria B, e os médicos sugerem que eles sejam tomados somente em casos de extrema necessidade. O genérico desloratadina e o Alegra são da categoria C, os quais os médicos somente recomendam em casos de sintomas extremos de alergia quando as opções de remédios da categoria B não estiverem disponíveis ou não deem os resultados esperados.

Descongestionantes

A maioria dos descongestionantes são da categoria B, eles tem testes eficientes em animais, mas não foram feitos testes clínicos em seres humanos. Os descongestionantes amplamente usados, como o Benadryl e Clemastina são ambos categoria B e são recomendados por médicos caso um descongestionante seja necessário. Entretanto, alguns descongestionantes são remédios categoria C, o que significa que não foram submetidos a teses em relação ao seu uso por mulheres grávidas. Um médico deve ser consultado antes da escolha de descongestionantes para que você tenha certeza de que sua marca favorita não é uma das opções da categoria C.

Vacinas de alergia e imunoterapia

Se uma mulher grávida tiver recebido recentemente injeções de alergia ou imunoterapia, ela pode continuar a recebê-las, uma vez que elas não causam uma reação negativa no desenvolvimento do bebê. Se uma mulher estiver grávida e não tiver tomado vacinas de imunoterapia previamente, ela pode não estar preparada para recebê-las como uma introdução de novas drogas imunoterápicas que não estavam presentes na hora da concepção e que podem causar danos ao feto.

Remédios sem avaliação

Muitas mulheres grávidas ficam preocupadas tomando algum medicamento por medo que ele prejudique o seu bebê. Felizmente, nenhum remédio da categoria X são usados para tratar alergias e congestão. Alguns medicamentos são ou categoria C ou simplesmente não foram classificados ainda, o que significa que eles podem estar em algum lugar na faixa que vai da categoria A à categoria X. Exemplos de remédios par alergia não avaliados incluem Nafozalina e Visine. Apesar destes medicamentos serem possivelmente seguros para uso, o fato de nenhuma avaliação ter sido feita deve fazer com que você o tenha como a última opção de escolha.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível