Mais
×

Quais são os melhores tipos de madeira para portas internas?

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

As portas internas têm função tanto prática quanto estética, pois elas dão privacidade em relação às áreas comuns, ajudam na eficiência de aquecedores ou ar-condicionados e ainda ajudam no bloqueio de som entre cômodos. Portas de madeira são as mais utilizadas em áreas internas devido ao seu baixo custo e à sua versatilidade, apesar de nem todos os tipos de madeira serem recomendados para esse uso. Os melhores tipos de madeira para portas internas oferecem uma combinação de isolamento e durabilidade com um preço que cabe no seu orçamento.

Portas internas são projetadas para isolar o som e o calor (madera image by nuryudijes from Fotolia.com)

Compensados de madeira

Um dos tipos mais comuns e eficazes de portas internas é composto por um núcleo de madeira compensada e faces exteriores tratadas com uma fina camada de verniz. Segundo Jim Daniels, gerente da Woodport Doors, portas de madeira compensada foram desenvolvidas depois que foi comprovado que as portas com núcleo oco da época da Segunda Guerra Mundial eram isolantes térmicos pobres e que as portas de carvalho maciças eram muito caras. Portas de madeira compensada são resistentes o suficiente para resistir a rachaduras, bem como fornecer isolamento adequado, e são baratas quando comparadas a outros tipos de portas de madeira maciça. Elas ainda podem ser adquiridas com uma grande variedade de acabamentos decorativos, vernizes e pinturas.

Carvalho-branco

Portas internas maciças feitas de carvalho-branco são tanto funcionais quanto estilosas para a sua casa. O carvalho-branco é altamente resistente a danos causados pela água e a rachaduras, sendo uma solução durável para portas de quartos infantis, brinquedotecas e banheiros. As fibras do carvalho-branco são simétricas e bem acentuadas, sem manchas significantes, o que o torna perfeito tanto para ser pintado quanto envernizado. Variações do carvalho-branco possuem cores variando de um amarelo pálido até um marrom forte. Além disso, o carvalho-branco é uma madeira razoavelmente barata quando comparada a outras opções com características de resistência e durabilidade semelhantes.

Álamo

O álamo (ou choupo) é uma escolha bastante custo-eficiente para portas de madeira, apesar de não possuir fibras tão acentuadas como as outras madeiras. Portas internas de álamo possuem madeiras resistentes e de densidade mediana, tornando-as boas isolantes sonoras e térmicas. O álamo responde bem tanto a tintas quanto a vernizes, apesar de que alguns filamentos escuros nas fibras poderem se comportar diferentemente ao verniz do que o resto da madeira. A madeira de álamo está disponível em várias cores, variando entre um amarelo esverdeado e um branco bem claro.

Cerejeira

As fibras belas e onduladas das cerejeiras as tornam boas alternativas para portas de madeira internas decorativas. Apesar da cerejeira ser considerada uma madeira de resistência mediana, ela também é resistente a danos e empenamentos. Com o tempo, a madeira da cerejeira muda de cor quando exposta ao sol, apesar de portas internas serem mais protegidas contra exposição à luz solar. A cerejeira absorve o verniz muito bem, podendo ser envernizada em tons variando entre natural e vermelho-intenso.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article