Quais os problemas de saúde dos bebês filhos de mães adolescentes?

Escrito por eric jeffs | Traduzido por camille sampaio
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais os problemas de saúde dos bebês filhos de mães adolescentes?
Os bebês filhos de mães adolescentes estão em maior risco de ter problemas de saúde (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

As taxas de gravidez na adolescência são altas nos EUA, o que é uma preocupação por conta dos riscos de problemas de saúde que os bebês filhos de mães adolescentes correm, que são maiores do que os de bebês nascidos de mães na faixa dos 20 ou 30 anos. É importante reconhecer essas complicações quanto à saúde para que todas as medidas possam ser tomadas, para assegurar que os bebês sejam fortes e saudáveis.

Outras pessoas estão lendo

Nascimento prematuro

os bebês nascidos de mães adolescentes têm mais chance de serem prematuros, correndo, assim, um maior risco de mortalidade no primeiro ano. Eles também estão sujeitos a vários riscos à saúde, como problemas neurológicos, doenças cardíacas, infecções, dificuldades respiratórias e problemas intestinais. Os bebês prematuros também estão correm o risco de desenvolver distúrbios mentais e de crescimento.

Peso baixo ao nascer

As mães adolescentes geralmente não ganham peso o suficiente durante a gravidez por ainda estarem se desenvolvendo e crescendo elas mesmas. Isso leva a um peso baixo do bebê, que pode resultar na morte da criança antes de completar um ano de idade. Os bebês nascidos com pouco peso também ficam em risco de ter órgãos desenvolvidos incompletamente. Isso pode causar problemas respiratórios e digestivos e sangramento no cérebro.

Nutrição inadequada

Os adolescentes são conhecidos por seus hábitos alimentares inadequados, e geralmente isso não é diferente com adolescentes grávidas. Elas às vezes não tem consciência da nutrição adequada a adotar para manter uma gravidez saudável. As adolescentes também têm mais tendência a cair em hábitos como fumo, uso de drogas recreacionais e ingestão de álcool, o que causa muitas complicações à saúde dos bebês. De acordo com o March of Dimes, as adolescentes grávidas também têm menos probabilidade de receber cuidados pré-natais, com muitas não recebendo realmente nenhum cuidado.

Infecções sexualmente transmissíveis

De acordo com o CDC americano, há 19 milhões de casos reportados de infecções sexualmente transmissíveis todo ano, e 9 milhões delas são atribuídas a pessoas entre as idades de 15 e 24 anos. As doenças sexualmente transmissíveis podem ser passadas para os bebês durante a gravidez e o nascimento. Infecções como sífilis, clamídia e AIDS podem causar problemas de visão no bebê e até levar à morte, tanto do feto quanto da mãe.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível