Quais são os perigos das cadeiras vibratórias para bebês?

Escrito por mark shetsky | Traduzido por julio vizo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os perigos das cadeiras vibratórias para bebês?
Use uma cadeira vibratória para acalmar um bebê agitado (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

As cadeiras vibratórias para bebês também são chamadas de "assentos vibratórios" ou assentos "de descanso". Muitas cadeiras de bebê oferecem uma opção de balançar junto com a vibração para manter o bebê entretido por mais tempo. A vibração também pode ajudar o bebê a adormecer. Apesar dos benefícios, no entanto, cerca de 2 mil bebês são feridos anualmente em assentos de balanço, de acordo com o "site" ConsumerReports.org.

Outras pessoas estão lendo

Queda

Cadeiras vibratórias para bebês podem tombar ou cair de superfícies mais altas. O mecanismo de vibração do assento tende a movê-lo em superfícies lisas. Colocar o assento no topo de um balcão ou mesa aumenta este risco. O assento vibratório para bebê sempre deve ser colocado sobre uma superfície baixa e de preferência não escorregadia. Colocar o assento na cama também pode ser perigoso, pois se o assento tombar, o bebê corre o risco de asfixia.

Sistema de segurança

Quando uma criança começa a engatinhar, um assento de vibração pode ser perigoso. Verifique o limite de peso do assento. O limite está geralmente entre 8 kg e 13 quilos. Cadeiras vibratórias para bebês que se transformam em cadeiras de balanço podem acomodar crianças de até 18 quilos. O bebê deve estar sempre preso ao cinto do assento. No entanto, isto não é suficiente para fazer a criança não escapar. Sempre fique de olho nela, e não a deixe sozinha em um quarto. Se a cadeira foi transformada em uma cadeira de balanço, utilize o sistema de retenção até que a criança possa entrar e sair sem ajuda.

Síndrome da cabeça achatada

Deixar o bebê em um assento vibratório por muito tempo não é uma boa ideia. A Academia Americana de Pediatria diz que os bebês que passam muito tempo em assentos vibratórios (bem como assentos de carro) são mais propensos a desenvolver a plagiocefalia posicional, também conhecida como síndrome da cabeça achatada. Esta síndrome ocorre quando a cabeça de uma criança fica encostada em um assento por muito tempo, onde ela desenvolve um achatamento na cabeça. Uma opção é tirar o bebê do assento a cada 30 minutos. Outra é a compra de uma cadeira vibratória com uma almofada grossa para a cabeça da criança.

Riscos nos brinquedos

Alguns assentos com vibração vêm com uma barra de brinquedos, especialmente aqueles que se transformam em uma cadeira de balanço. Os brinquedos ficam pendurados na frente da criança e até podem reproduzir músicas ou fazerem ruídos quando puxados. Os pais devem verificar o compartimento da bateria para ter certeza de que está bem fechada, pois elas podem constituir riscos de asfixia. Apesar das barras de brinquedo parecerem seguras, elas nunca devem ser usadas como alças. Elas devem também ser removidas no momento apropriado. Depois que a criança cresce, os brinquedos podem balançar muito perto dela, pendendo machucar o rosto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível