Quais tipos de plantas podem causar convulsões em cães?

Escrito por heather clark | Traduzido por ricardo castiglioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
 Quais tipos de plantas podem causar convulsões em cães?
Doenças inexplicáveis e convulsões em cães podem ser causadas por toxinas existentes em casa e no quintal (everystockphoto.com)

Os cães são como membros da família, então é evidente que problemas de saúde sejam sempre motivo de preocupação. Isso é especialmente verdadeiro quando um cão sofre algo tão sério como uma convulsão. Em alguns casos, as condições que causam as convulsões caninas não podem ser evitadas. O que poucas pessoas sabem é que, em alguns casos, doenças inexplicáveis e convulsões em cães podem ser causadas por toxinas existentes em casa e no quintal. Uma das causas mais comuns de intoxicação acidental é a ingestão de árvores e plantas perigosas. Saber quais espécies são prejudiciais aos animais de estimação é a melhor maneira de evitar uma tragédia, antes que ela ocorra.

Outras pessoas estão lendo

Plantas domésticas

Se um cão fica principalmente em ambientes internos, um cuidado especial deve ser tomado na escolha de plantas decorativas para a casa. Uma das causas mais comuns de intoxicação em cães é a ingestão de plantas domésticas. Esses tipos comuns estão entre os muitos que são tóxicos para cães e podem causar convulsões:

  • Tinhorão (todas as partes são tóxicas)
  • Mamona (todas as partes são tóxicas; sementes são especialmente tóxicas)
  • Jacinto (bulbos tóxicos)
  • Lantana (folhas e bagas tóxicas)
  • Visco
  • Ervilha do Rosário (todas as partes são tóxicas; sementes são especialmente tóxicas)

Ao escolher plantas para a casa, é importante verificar os rótulos cuidadosamente. Se houver alguma dúvida sobre uma planta que esteja atualmente em casa, ela deve ser movida para fora do alcance do cão ou removida completamente. Adubos e tratamentos químicos para plantas também devem ser mantidos fora do alcance de animais de estimação.

Flor e jardim

As pessoas são cientes de que animais podem ser perigosos para jardins, mas em alguns casos pode ser o contrário. Os cães devem ser mantidos longe de jardins que contêm uma variedade de plantas e/ou flores, incluindo as seguintes:

  • Atropa belladona (todas as partes tóxicas)
  • Ave-do-paraíso (casca e frutos tóxicos)
  • Narciso (bulbos tóxicos)
  • Dedaleira (folhas tóxicas)
  • Iris (folhas e raízes tóxicas)
  • Lírio do vale (folhas e flores tóxicas)
  • Narciso (bulbos tóxicos)
  • Batatas (raízes e brotos tóxico)
  • Ruibarbo (folhas tóxicas)

Se tiver um jardim estabelecido, a melhor ação é manter todas as áreas que contêm plantas venenosas bem protegidas contra cães. Para aqueles que estão planejando iniciar um jardim novo, devem realizar uma pesquisa para descobrir quais plantas, flores e vegetais são seguros para o cão.

Árvores

Devido à abundância natural de árvores a prevenção é um pouco mais difiícel do que plantas domésticas ou de jardim. No entanto, saber como identificar árvores venenosas será de grande ajuda. Armado com o conhecimento, os proprietários do cão saberão onde seus amigos podem e não podem andar, bem como quais árvores devem ser retiradas da paisagem. As seguintes árvores são conhecidas por conter toxinas que causam convulsões em cães:

  • Cerejas selvagens (galhos e folhas especialmente tóxicos; contêm um composto que libera cianeto)
  • Carvalho (folhagem e bolotas tóxicas; efeitos se acumulam gradualmente)
  • Acácia (casca e brotos tóxicos)
  • Castanha-da-índia (brotos, nozes e sementes tóxicas)
  • Sabugueiro (folhas, casca e raízes tóxicas)
  • Teixo (casca, folhas e sementes tóxicas)

Uma avaliação cuidadosa deve ser feita durante projetos de paisagismo envolvendo árvores ornamentais. Consulte literatura ou um veterinário, se houver dúvidas sobre uma certa árvore e seu efeito sobre os animais.

Precauções

Quando se trata de animais de estimação, é sempre melhor prevenir do que remediar. Se o cão ingere uma planta ou flor, fique de olho no seu comportamento, mesmo se a planta não for considerada tóxica.

Precauções

Tenha um cuidado especial ao comprar plantas domésticas, árvores ornamentais e flores de jardim. Alguns rótulos não indicam claramente se as plantas são consideradas perigosas para animais de estimação e crianças pequenas. Em caso de dúvida, peça ajuda ao empregado da loja ou escolha outra planta completamente diferente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível