Razões para a consagração de crianças

Escrito por daniel alden | Traduzido por laila teixeira
Razões para a consagração de crianças
Através da consagração, a criança é acolhida pela Igreja (Digital Vision./Digital Vision/Getty Images)

Cerimônias de consagração estão crescendo em popularidade no mundo, oferecendo a oportunidade das crianças receberem as boas vindas a este mundo. Embora cada denominação religiosa possua um rito próprio, a razão pela qual os crentes decidem realizar esta celebração é a sua fé em Jesus Cristo. A consagração também acolhe o bebê ao ambiente eclesial e permite que os novos pais aceitem as responsabilidades religiosas que vêm com os filhos.

O básico sobre a cerimônia de consagração

A consagração é o ato de apresentar uma criança a Deus e prometer ajudá-la a O conhecer. A principal diferença entre a consagração e o batismo é que a consagração permite que a criança opte por ser batizada ou não ao chegar à idade adulta. Pede-se que os pastores falem dessa diferença aos pais antes da cerimônia, na qual a criança é apresentada a Deus e à Igreja. Algumas denominações solicitam que os pais escolham padrinhos que os ajudem a ensinar o cristianismo à criança em seus primeiros anos de vida.

Benefícios

Segundo a fé cristã, dentre os benefícios de se consagrar uma criança a Deus está a possibilidade de pedir o perdão divino para seus pecados. A consagração convida os pais a pedir que Deus os guie em sua responsabilidade de educar a criança e que Ele conceda graça e sabedoria aos pais e ao bebê. Tal cerimônia também serve como declaração pública de que a criança será criada dentro da fé cristã.

Cerimônia

Durante a cerimônia de apresentação os pais devem ficar em pé, próximos ao pastor. O pai do bebê segura a criança enquanto recita o voto de consagração. A passagem bíblica irá variar conforme o rito litúrgico mas geralmente inclui Deuteronômio 6; 4-7 e uma seleção de Provérbios, Salmos e outras litanias. É possível que os bebês chorem durante a cerimônia portanto os pais devem estar preparados para isso.

Responsabilidades

Os pais que escolhem oferecer seus filhos a Deus precisam estar cientes das responsabilidades que nascem deste ato. Esses pais devem amar a Deus e se comprometer a ajudar a criança a seguir a vontade Divina, ensiná-la a importância da oração e encorajá-la a ler a Bíblia. Os pais também precisam dar um bom exemplo cristão para seus filhos.