O que é reestruturação cognitiva e treinamento de habilidades sociais

Escrito por debra stang | Traduzido por eduardo levy
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é reestruturação cognitiva e treinamento de habilidades sociais
A sua visão dos eventos externos molda suas reações (Photos.com/PhotoObjects.net/Getty Images)

Tanto a reestruturação cognitiva quanto o treinamento de habilidades sociais são usados no curso de tratamento da Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), que surgiu com Albert Ellis nos anos 1950. Ellis acreditava que o comportamento e o estado de espírito não são causados exatamente por eventos exteriores, mas antes pela percepção que se tem deles. Atualmente, a reestruturação cognitiva e o treinamento de habilidades sociais, ao lado de outros aspectos da TCC, são usados para ajudar as pessoas que têm dificuldades de interação com os outros — jovens e adolescentes em contextos de risco, alcoólatras e usuários de drogas em recuperação, pessoas com traumas na cabeça e outros transtornos mentais.

Outras pessoas estão lendo

Princípios da reestruturação cognitiva

Albert Ellis criou o "Modelo ACC" de comportamento: as pessoas respondem a um evento externo "ativador" de acordo com as suas "crenças". São estas, não o evento, que determinam a "consequência", ou o estado de espírito e o comportamento resultantes.

Distorções cognitivas

Ellis hipotetizou que muitas crenças das pessoas são distorcidas ou irracionais e identificou, com seus discípulos, algumas delas, entre as quais o pensamento de tudo ou nada, a generalização excessiva, a subestimação do positivo, a minimização ou a maximização dos eventos e a produção de julgamentos sem base na realidade.

O terapeuta como debatedor

Nos anos 1960, Aaron Beck usou várias ideias de Ellis para tratar pacientes deprimidos usando a terapia cognitiva, acreditando que a função do terapeuta é apontar as distorções cognitivas e os erros do paciente, discutindo assertivamente para demonstrá-los. Tal procedimento era bem diferente daquele da psicanálise, muito mais passiva, que estava em voga desde Sigmund Freud.

Treinamento de habilidades sociais

Outro princípio da TCC é que se o paciente não tem alguma habilidade, como a de interagir corretamente com os outros, o terapeuta eficiente deve fazer com que ele a adquira. O treinamento de habilidades sociais pode ser feito em consultas individuais, mas normalmente é feito em grupos, que frequentemente parecem mais uma sala de aula em que os alunos ouvem o professor do que uma sessão de terapia em que todos falam dos próprios sentimentos.

Dever de casa

Outra característica única da terapia cognitiva são os deveres de casa que os terapeutas dão aos pacientes. Por exemplo, depois de ensinar um alcoólatra em recuperação a lidar com as pessoas quando estiver sóbrio, o terapeuta pode lhe instruir a começar cinco novas interações sociais. Outro exemplo: um paciente fazendo reestruturação cognitiva pode ter de escrever um diário em que anote os episódios de pensamentos distorcidos ou irracionais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível