Remédios para tratamento de lombriga do coração em cães

Escrito por susan leisure | Traduzido por ricardo schweitzer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Remédios para tratamento de lombriga do coração em cães
Previna a infecção para diminuir o risco à saúde de seu cão (Comstock/Comstock/Getty Images)

A infecção por lombriga do coração, nome popular da Dirofilaria immitis, é uma condição série e potencialmente fatal em cães. Felizmente, essa condição pode ser prevenida com facilidade. A infecção por essa lombriga tem tratamento, mas a prevenção é mais barata e segura, e todos os donos de cães devem utilizar medicação para esse problema.

Outras pessoas estão lendo

O que são lombrigas do coração?

As lombrigas do coração são parasitas que vivem nos pulmões e coração dos animais infectados. A doença por ser transmitida por mosquitos, pois as fêmeas liberam microfilárias na corrente sanguínea do hospedeiro que são absorvidas pelo mosquito ao fazer a sucção de sangue. Ao picar outro animal, as microfilárias são transferidas para a corrente sanguínea e viajam até o coração e pulmão do novo hospedeiro, onde amadurecem e se desenvolvem para recomeçar o ciclo. Os animais infectados eventualmente desenvolverão a dirofilariose (doença da lombriga do coração), e podem morrer se a condição não for tratada.

Remédios para tratamento de lombriga do coração em cães
Ciclo da lombriga do coração

Prevenção tópica

A prevenção contra lombrigas do coração é mais barata e menos arriscada que o tratamento, e existem dois tipos principais: tópica e oral. A prevenção tópica geralmente é feita ou com medicações à base de selamectina ou moxidectina. Ambos agem prevenindo o desenvolvimento da microfilárias em parasitas maduros, e lentamente eliminam sua presença da corrente sanguínea. As medicações mais comuns desse tipo incluem Revolution (selamectina) e Advantage Multi (moxidectina).

Remédios para tratamento de lombriga do coração em cães
Imagem microscópica de uma microfilária

Prevenção oral

A medicação mais comum para prevenção oral é ivermectina. Essa substância ficou altamente disponível para uso veterinário no meio de década de 80, e é altamente eficaz na eliminação de microfilárias, outros vermes intestinais e até dos parasitas que causam a sarna. As medicações que contêm ivermectina incluem Heartgard, Iveahart Plus e Tri-Heart Plus. Algumas raças de cães, especialmente collies, possuem sensibilidade a esse tipo de medicação, portanto os proprietários de animais dessas raças devem considerar tratamentos com o princípio ativo milbemicina, como Sentinel e Interceptor.

Tratamento injetável

Se um cão desenvolve a doença da lombriga do coração, o tratamento é essencial para garantir sua sobrevivência. A maior parte dos casos são tratados com uma medicação injetável que mata as lombrigas adultas. A única medicação aprovada no momento é a Immiticide (uma droga com arsênico como base), feita pela Merial. Matar a lombriga adulta pode causar embolias pulmonares ou cardíacas devido à entrada dos parasitas na corrente sanguínea. Após a eliminação das lombrigas adultas, um dos tratamentos citados anteriormente deve ser usado para matar as microfilárias.

Tratamento oral

Cães com infecções leves podem ser tratados oralmente somente com ivermectina. Apesar dela não matar as lombrigas adultas, essa substância as deixa estéreis e diminui seu período de vida. O tratamento baseado apenas em ivermectina oral pode levar até dois anos para retirar todos os parasitas do cão, mas é mais seguro que tratamentos injetáveis e muito melhor que tratamento nenhum. Esse processo só pode ser realizado após a recomendação e supervisão constante de um veterinário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível