Como reverter o hipotireoidismo subclínico

Escrito por richard daub | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O hipotireoidismo subclínico é uma condição que ocorre quando a glândula tireoide produz mais do que os níveis normais do hormônio estimulante tireotropina (TSH), mas os níveis de tiroxina livre (T4, o principal hormônio que é secretado pela tireoide) não ficam abaixo dos níveis considerados normais. Essa condição é geralmente uma das primeiras etapas do hipotireoidismo, uma doença em que a glândula não produz níveis suficientes do hormônio que regula a taxa em que o corpo queima calorias. O hipotireoidismo subclínico pode ser revertido através de tratamento terapêutico com levotiroxina, que é uma forma sintética de tiroxina.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Endocrinologista
  • Prescrição de levotiroxina

Lista completaMinimizar

Instruções

    Causas

  1. 1

    Visite o seu endocrinologista. Informe quaisquer sintomas que você possa experimentar. Peça para realizar um exame de hipotireoidismo subclínico.

  2. 2

    Faça uma visita de acompanhamento ao seu endocrinologista. Se for diagnosticado hipotireoidismo subclínico, discuta opções de tratamento, que provavelmente envolverão a prescrição de levotiroxina. Uma dose baixa de levotiroxina deverá ser prescrita diariamente. Uma dose baixa é considerada entre 25 e 50 microgramas (µ g).

  3. 3

    Visite o endocrinologista seis a oito semanas após o início do tratamento. Peça para o médico fazer um exame para medir como o tratamento está funcionando. A dose pode ser aumentada se os níveis de TSH estiverem ainda acima do normal e diminuída se estiverem abaixo do normal. Dosagens muito altas podem resultar em perda de peso rápida, sudorese e agitação.

  4. 4

    Visite o endocrinologista após a visita de seis a oito semanas para discutir os resultados do exame para medir como o tratamento está funcionando. Discuta possíveis ajustes para o tratamento.

  5. 5

    Repita o Passo 4 a cada seis meses.

Dicas & Advertências

  • Uma das principais causas de hipotireoidismo é a "Doença de Hashimoto" (tireoidite), uma condição em que os níveis de anticorpos antitireoidianas, como microsomals antithyroglobulin e antitireoidianas estão elevados. Outra causa comum é o tratamento radioativo da doença de Graves, que é quando a glândula tireoide torna-se hiperativa e cresce até duas vezes seu tamanho normal. Outras causas menos comuns incluem insuficiência pituitária e uso de amiodarona (Cordarone) e lítio.
  • Os primeiros sintomas de hipotireoidismo subclínico incluem ganho de peso não intencional, fadiga, intolerância ao frio, depressão, dor muscular e nas articulações, unhas quebradiças, gripe, queda de cabelo, palidez e fraqueza. Mais tarde os sintomas incluem pele escamosa seca, lentidão da fala, capacidade diminuída de gosto e cheiro, espessamento da pele, queda da sobrancelha, inchaço do rosto, mãos e pele.
  • É necessário tratar a doença pelo resto da vida do paciente.
  • Não há nenhum método conhecido de impedir o hipotireoidismo subclínico. Ele pode ser tratado apenas quando for diagnosticado.
  • Quando o hipotireoidismo subclínico não é tratado de forma eficaz inúmeros problemas de saúde e complicações podem ocorrer. Essas complicações podem incluir problemas cardíacos, mixedema, infertilidade, defeitos de nascimento e o desenvolvimento de bócio. Se não for tratado, pode resultar em hipotireoidismo, que pode então levar a mixedema, coma mixedema e, em casos mais graves, morte.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível