Sensibilidades químicas e fibromialgia

Escrito por nicole martinez Google | Traduzido por mariana silva gray
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sensibilidades químicas e fibromialgia
Pessoas com fibromialgia sofrem com frequência de sensibilidades químicas (Visage/Stockbyte/Getty Images)

Fibromialgia é um problema conhecido por causar dor nos ossos e nos tecidos conectivos. Pessoas com essa doença sofrem de dor crônica e são também sensíveis à pressão. Fibromialgia pode causar sintomas além da dor, que incluem cansaço, dificuldade para dormir e rigidez nas articulações em algumas pessoas. Além disso, algumas pessoas com fibromialgia também relataram ser sensíveis a certas substâncias químicas.

Outras pessoas estão lendo

Importância

Pessoas que sofrem de fibromialgia frequentemente sentem sensibilidade à substâncias químicas e odores. A sensibilidade química pode causar tontura ou náusea quando a pessoa fica perto de uma substância química como as presentes em perfumes. Isso geralmente acontece porque pessoas com fibromialgia também possuem uma síndrome de sensibilidade química múltipla (MCSS). A Chronic Fatigue Syndrome, Fibromyalgia, & Chemical Sensitivity Coalition of Chicago (CFCCC) explica que há elemento de sobreposição entre as duas condições (como também com a síndrome de fatiga crônica), incluindo fatiga persistente, disfunções cognitivas como a falta de concentração ou perda de memória, dor no gânglio linfático, dor de cabeça, pressão sanguínea irregular e sensibilidade à alimentos ou medicações.

Identificação

Apesar da fibromialgia poder causar sensibilidades químicas, a MCSS é unica no sentido em que a reação do seu corpo à substâncias químicas é induzida pela exposição à substâncias que antes seu corpo tolerava. Adicionalmente, a MCSS pode causar sensibilidade à luz. MCS Recomendações e Recursos, uma organização não lucrativa dedicada à "divulgação profissional, suporte ao paciente e advocacia pública devotada à diagnose, tratamento, acomodação e prevenção de problemas de Sensibilidade Química Múltipla", explica que dois terços dos pacientes de fibromialgia também têm MCSS e que não há um teste único para esse problema. No entanto, exames de "sistema imune, porfirina, EEG, equilíbrio e SPECT com anormalidades são comuns".

Sintomas

O website de sintomas da fibromialgia lista uma variedade de sintomas que os pacientes podem sentir durante a sensibilidade química, incluindo náusea, diarreia, cólicas estomacais, dor de ouvido, dor no couro cabeludo, dificuldade respiratória, enxaquecas ou dor de cabeça e dificuldade em se concentrar. Pacientes podem sentir sintomas que indiquem uma sensibilidade ao ambiente, e esses sintomas podem se manifestar com sensibilidade ao barulho, luz, clima ou campos eletromagnéticos. Sensibilidade ao ambiente também pode produzir uma perda no equilíbrio.

Prevenção

Pacientes de fibromialgia podem prevenir ou reduzir as sensibilidades químicas controlando seu ambiente e limitando a exposição à produtores de reações conhecidos. Por exemplo, você pode mudar para desodorantes ou produtos de limpeza sem cheiro ou considerar alternativas naturais para limpadores químicos como a água sanitária.

Solução

Se você possui fibromialgia e sensibilidades químicas que possam ou não ser relacionadas ao MCSS, você e seu médico podem considerar tratar qualquer desequilíbrio em seus sistemas endócrino, neurológico e imune. Seu médico também pode recomendar medicações para aliviar a dor e melhorar a qualidade de seu sono. A CFCCC recomenda mudanças no estilo de vida, incluindo um plano nutricional para reduzir reações químicas a alimentos. O grupo sugere que pacientes consigam que parentes e amigos também façam essas mudanças no trabalho e na escola além de em casa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível