Mais
×

Sintomas de um conversor de torque defeituoso

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O conversor de torque, em vários aspectos, é o que permite o funcionamento das transmissões automáticas modernas. Ele transfere a energia de rotação do motor do veículo para uma carga acionadora giratória, substituindo as embreagens de transmissão comuns. Saber os sintomas de um conversor de torque defeituoso pode ajudar o mecânico na identificação correta do problema do veículo antes que peças maiores, como a transmissão, sejam severamente danificadas.

Sintomas de um conversor de torque defeituoso (new car engine with red trim image by Raxxillion from Fotolia.com)

Trepidação do torque

Um dos sintomas principais de um conversor de torque com defeitos é a vibração do bloco do motor enquanto o caminhão ou o carro está sendo dirigido em superfícies lisas com uma aceleração baixa. Isso é conhecido como "trepidação do torque", um esforço do conversor para distribuir a potência adequadamente e manter a passagem de marcha em transmissões automáticas.

Perda de potência em altas velocidades

A falha do estator do conversor de torque, cuja função é redirecionar o fluido que retorna da turbina antes que ele chegue às bombas, causará perda de potência em velocidades altas. O veículo rodará sem problemas quando na cidade (entre velocidades de 40 a 55 km/h), porém, quando estiver em vias maiores que permitam atingir velocidades superiores a 80 km/h, o motor superaquecerá e posteriormente vai desligar.

Perda de potência em baixas velocidades

Em outro caso, se o estator estiver com a rodagem livre em ambas as direções e não estiver empurrando o fluido em qualquer direção da turbina, isso fará com que o veículo tenha problemas para acelerar em baixas velocidades devido à diminuição do torque. O desempenho e a aceleração diminuiriam em velocidades baixas, entretanto o veículo funcionaria normalmente em velocidades de estrada.

bibliography-icon icon for annotation tool Cite this Article