Sintomas de intolerância à sacarose

Escrito por walter johnson | Traduzido por barbara almeida
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sintomas de intolerância à sacarose
Açúcar: ele pode ser viciante (sugar-basin and lump-sugar image by Maria Brzostowska from Fotolia.com)

A sacarose, ou açúcar comum, pode ter efeitos graves para a saúde. Certos tipos de bioquímica herdados deixam algumas pessoas intolerantes ao açúcar. Esse é um problema razoavelmente comum que pode causar muitos problemas de saúde. Na verdade, milhões de pessoas têm intolerância ao açúcar e não sabem disso. Aquelas pessoas com tal intolerância devem alterar a dieta para eliminar gradualmente a maior parte do consumo de açúcar.

Outras pessoas estão lendo

Elevação e queda

Pessoas que têm intolerância ao açúcar são tidas como "viciadas" em açúcar. Isso existe por várias razões. Uma das mais importantes é como alguém fica "alto" depois de comer algo doce. Esse "alto" é um sinal claro de intolerância ao açúcar e é sempre seguido por uma "queda". Alguém que não tenha ingerido a quantidade normal de doces por um dia apresenta sintomas de hipoglicemia, uma concentração anormalmente baixa de açúcar no sangue. Esses sintomas incluem fadiga e depressão. O resultado pode ser um mundo de montanha-russa onde não comer açúcares leva à depressão e fadiga. Então, depois de comer, a pessoa pega um elevador a curto prazo de energia e uma sensação de bem estar. A vida torna-se um ciclo difícil.

Depressão

A intolerância ao açúcar muitas vezes se correlaciona com os baixos níveis de produção de serotonina. Esta é uma substância química do cérebro extremamente importante. Ele controla as emoções, proporciona uma sensação de bem-estar e ajuda na capacidade de raciocínio. Pessoas com intolerância ao açúcar geralmente não produzem tanta serotonina quanto as pessoas que não possuem a intolerância. Portanto, as pessoas intolerantes ao açúcar são mais propensas a depressão, ataques de pânico e ansiedade do que o resto da população. Essa produção baixa de serotonina também leva a problemas como alterações de humor, insônia e dificuldade de concentração.

Dor

Pessoas com intolerância ao açúcar também têm baixos níveis de endorfina. Isso está relacionado com a falta de serotonina. As endorfinas são substâncias químicas que o cérebro emite quando o corpo está sob estresse. Isso ajuda a acalmar e proporciona uma sensação de bem-estar nos momentos de dor. Quando as endorfinas estão baixas, as pessoas sentem dor mais intensamente; se acalmar sob situações estressantes é difícil. Os baixos níveis de endorfina são um sintoma de intolerância à sacarose, o que leva a ansiedade intensa e incapacidade para superar a dor. Em outras palavras, as pessoas intolerantes ao açúcar sentem dor mais intensamente do que o resto da população. Tanto a falta de endorfina quanto a baixa produção de serotonina pode levar a um comportamento agressivo, a sentimentos de estar esgotado e até dores de cabeça.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível