Sobre doenças de pele causadas pelo sol

Escrito por sherry gray | Traduzido por mirella veloso
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre doenças de pele causadas pelo sol
Anos de exposição ao sol podem ter um efeito profundamente destrutivo na pele (Man on Beach 4 image by Valeriy Kirsanov from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

O processo

Anos de exposição ao sol podem ter um efeito profundamente destrutivo na pele, resultando em câncer de pele e muitas outras patologias. A luz do sol contém três tipos de radiação: a luz que vemos, que fornece o espectro da cor visível; infravermelho, que fornece o calor do sol; e ultravioleta, ou radiação UV. O dano à pele é causado pela radiação UV, a qual é dividida em três outras categorias: ultravioleta de onda longa, comumente conhecida como UVA; os raios que causam a queimadura de sol, chamados de UVB; e UVC, ou UV de ondas curtas. Todos esses tipos de radiação UV podem ser perigosos para a pele.

Como a radiação danifica a pele

Quando a radiação ultravioleta toca na pele desprotegida, parte é refletida, mas alguma parte dela é absorvida para dentro da pele e se espalha nos tecidos justamente abaixo da superfície da pele, entrando em células vivas. Isso resulta em danos às células, incluindo queimaduras de sol, envelhecimento precoce da pele e câncer de pele. Pessoas brancas propensas à queimaduras que vivem perto da linha do Equador, onde o sol é mais forte, têm mais chance de desenvolver câncer.

Câncer de pele

A exposição prolongada ao sol frequentemente resulta em uma ou mais formas de câncer de pele. Três tipos de câncer de pele são associados com a exposição à radiação UV. Carcinoma de células basais e melanoma cutâneo maligno estão relacionados com exposição solar durante a infância. Carcinoma de células escamosas é associado com exposição a longo prazo, frequentemente encontrado em pessoas que trabalham sob o sol em locais abertos. Câncer de pele ocorre mais frequentemente em partes do corpo mais expostas ao sol, como a face ou antebraços.

Tipos de câncer de pele

O carcinoma basocelular, a forma mais comum de câncer de pele, parece com uma elevação dura, vermelha ou vermelho acinzentada, com aparência nacarada, e é encontrado na maioria das vezes no rosto. Se deixá-lo sem avaliação médica, ele pode se tornar muito sério, mas é facilmente curado e raramente se torna uma ameaça significativa à saúde.

O carcinoma de células escamosas normalmente se desenvolve em áreas da pele com danos visíveis, manchas ou sardas, mais frequentemente encontrados no rosto. As manchas se desenvolvem em áreas com pele áspera e em pequenos ferimentos abertos que nunca se curam. Se não forem tratados, esses ferimentos irão eventualmente crescer, se tornando machucados maiores, mais rígidos e encrostados. Se descoberto a tempo, esse tipo de câncer normalmente irá ser curado, mas ele pode se espalhar e ser perigoso se ignorado.

O melanoma maligno é mais raro e também mais perigoso. Ele normalmente se apresenta como uma verruga ou pontinho preto que muda de cor, tamanho, forma, ou que começa a sangrar. Se diagnosticado cedo, ele geralmente é facilmente curado. Se não for diagnosticado, pode se espalhar e é frequentemente fatal.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível