Mais
×

Como superar a depressão reativa

Atualizado em 21 novembro, 2016

A depressão reativa é uma extensão do transtorno de adaptação, que é um tipo de doença mental causada pelo estresse. Um evento como uma morte na família, perda de emprego ou mudança, por vezes, pode provocar depressão. Os sintomas incluem tristeza, desesperança, ansiedade e insônia. Existem dois tipos de depressão reativa: aguda (com duração de seis meses ou menos) e crônica (com duração de mais de seis meses). Descubra o que você pode fazer para tratar a depressão reativa.

Instruções

Os sintomas da depressão incluem tristeza, desesperança, ansiedade e insônia (Photodisc/Photodisc/Getty Images)
  1. Encontre um terapeuta em sua localidade. Agende vários encontros para encontrar um terapeuta com o qual você se sinta confortável para conversar.

  2. Estabeleça um cronograma consistente de consultas com o seu terapeuta escolhido. Isso dará uma rotina pela qual esperar quando se trabalha com seus problemas.

  3. Vá a um grupo de apoio que ofereça orientação para as pessoas com os seus problemas específicos. Experimente por algumas semanas antes de decidir se ele é bom para você.

  4. Faça exercícios físicos. Exercita-se pode aliviar o estresse e melhorar o humor. Entre em uma academia ou confira aulas de exercício, tais como yoga ou pilates, que sejam atraentes para você. Peça a um amigo para acompanhá-lo a fim de dar uma motivação extra.

  5. Vá a eventos sociais. O isolamento é um dos sintomas da depressão. A sobrecarga de pensamentos e a carência de um sistema de suporte exterior também podem piorar os sintomas. Agende dias específicos para visitar amigos ou familiares.

  6. Agende uma consulta com um médico ou psiquiatra para obter uma receita de antidepressivos. Prozac, Lexotan e Rivotril são apenas alguns dos antidepressivos comumente prescritos. Geralmente, estes medicamentos demoram algumas semanas para agir no sistema antes de começar-se a sentir os seus efeitos.

Dicas

  • Pergunte ao seu médico sobre todos os efeitos colaterais associados aos seus antidepressivos prescritos. Os efeitos colaterais comuns incluem ganho de peso, boca seca, dificuldades sexuais e insônia.

Aviso

  • Fale com o seu terapeuta ou com um membro da família se você começar a ter pensamentos suicidas. Às vezes, os antidepressivos podem aumentar pensamentos desse tipo.
  • Envolva-se em atividades saudáveis: não recorra ao álcool. O álcool é um depressor que exacerbará os sentimentos de depressão e pode fazer você se sentir pior sobre a sua situação.

O que você precisa

  • Antidepressivos
  • Terapeuta
bibliography-icon icon for annotation tool Cite this Article