Tipos de substratos para plantas

Escrito por danielle hill | Traduzido por victor rodrigues
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de substratos para plantas
Um substrato leve é a perlita (good planting soil image by tomcat2170 from Fotolia.com)

O solo ajuda a planta crescer de duas maneiras fundamentais: dá suporte físico às raízes e fornece nutrientes vitais para seu crescimento e desenvolvimento. Dependendo da espécie de planta, do clima e das condições de cultivo, uma enorme variedade de solos e de substratos podem ser mais adequados.

Outras pessoas estão lendo

Perlita

A perlita vem de rocha vulcânica que é queimada em altas temperaturas, resultando em pequenas pelotas brancas. Essas pelotas podem deixar a textura do solo mais leve. Além disso, melhoram a drenagem com a criação de bolsos através dos quais a água pode passar. Quando for preparar a terra para plantas de clima árido, como suculentas e cactos, use muita perlita, até cinco peças de perlita para quatro partes de terra para vasos.

Casca de arroz

Uma adição totalmente natural para o seu substrato é a casca de arroz, que vêm dos invólucros exteriores de arroz colhido. Ela alivia consideravelmente o solo enquanto adiciona nutrientes ao longo do tempo. Após a primeira adição das cascas, você aumenta consideravelmente a drenagem do solo. Uma vez que essas começam a se decompor, elas fornecem uma mistura de nutrientes e micronutrientes. Além disso, a casca de arroz é um subproduto natural de cultivo do cereal, tornando-se um recurso sustentável que exige pouco gasto de energia.

Casca de pinheiro

Assim como a casca de arroz, a casca de pinheiro pode suavizar e arejar o solo, bem como melhorar a sua fertilidade. Usada em vez de musgo de turfa, é uma opção ambientalmente responsável, que vem em pedaços relativamente grandes em comparação com outros substratos e aditivos do solo. Evite usá-la em plantas jovens que têm raízes muito delicadas. Se quiser usar casca de pinheiro nessas plantas, você pode comprá-la parcialmente compostada, ou pura e adicioná-la à sua própria pilha de compostagem. Por outro lado, para plantas que podem tolerar a textura, ela produz grandes bolsas de ar no solo, proporcionando ar para as raízes e facilitando a drenagem. Com o tempo, a casca de pinheiro vai se quebrar e liberar nutrientes úteis.

Fibra de coco

A fibra de coco é um material natural e leve, derivado das camadas exteriores do coco. Ela serve como uma alternativa mais sustentável para a turfa, ideal para suavizar e adicionar nutrientes em misturas de terra. A fibra de coco tem altos níveis de potássio, ferro, manganês, cobre e zinco. Além disso, tem um pH quase neutro, tornando-a adequada para uma gama de espécies de plantas. A textura leve e bem drenada da fibra torna-a ideal para plantas como orquídeas, samambaias e bromélias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível