Por que os tomates murcham depois de uma chuva forte?

Escrito por julia barrus | Traduzido por caroline zemuner
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que os tomates murcham depois de uma chuva forte?
As plantas de tomate precisam de irrigação frequente, exceto após uma chuva forte (Martin Poole/Digital Vision/Getty Images)

As plantas de tomate são plantações de jardim extremamente populares porque são relativamente fáceis de cultivar e produzem grandes quantidades de frutos saborosos que diferem muito em termos de qualidade do produto disponível em supermercados. Muitas variedades modernas de plantas de tomate são cepas resistentes a doenças. No entanto, depois de uma chuva forte, ela pode começar a murchar por uma variedade de razões. Não há realmente nenhuma solução para plantas de tomate que murcham, mas há várias medidas preventivas que podem ser tomadas para diminuir os efeitos depois de uma tempestade.

Outras pessoas estão lendo

Raízes encharcadas

As plantas de tomate prosperam na maioria dos climas, mas vivem particularmente bem em climas quentes com rega semanal e fertilização. Quando há excesso de chuva em um curto período de tempo, as raízes não tem a capacidade ou a necessidade de absorver rapidamente toda a água, e isso faz com que elas se encharquem. As raízes encharcadas acabam sufocando porque não podem sobreviver sem ar e espaço para sua expansão. Um dos primeiros sinais da má drenagem do solo e da podridão de raízes em uma planta de tomate é quando as folhas murcham. A drenagem adequada do solo é essencial para evitar que as plantas fiquem com as raízes encharcadas e que estas apodreçam.

Murcha bacteriana

A murcha bacteriana se desenvolve nas plantas de tomate após chuvas fortes. Ela pode fazer com que a plantação aparente como se estivesse recebendo água suficiente, mas logo aparecem pontos negros e caules moles, significando a presença da murcha bacteriana. Uma vez que as plantas de tomate murcham por causa das bactérias, realmente não há nada a ser feito. Pode-se remover todas as plantas que murcharam e tentar salvar as que não apresentam sinais, mas muitas vezes as bactérias, como a Fusarium, se espalham sob o solo em sistemas radiculares e o infectam.

Irrigação do solo

Colocar os tomates em uma cama levantada é uma forma de garantir a irrigação adequada do solo e evitar a murcha bacteriana. Outra solução é parar toda a rega durante vários dias após uma chuva pesada. Se chover todos os dias, tentar cavar valas de irrigação que drenem a água para longe das plantas. Normalmente, as chuvas leves fazem pouco dano, mas um período de chuva prolongado e incessante por várias horas ou ao longo de vários dias exige algum esforço adicional para a drenagem do solo.

Medidas preventivas

Muitos horticultores com o solo compactado usam medidas preventivas no início da estação de cultivo. O plantio de tomate em uma cama levantada é uma forma de garantir a drenagem do solo. Outro jeito é usar suplemento de solo com turfa ou outro modificador fracamente compactado no canteiro antes de plantar. Usar um rebento dessa forma é semelhante à aeração da grama, na qual os sistemas de raiz são mais capazes de se espalhar horizontalmente e verticalmente quando não estão empurrando o solo compactado. As plantas de tomate têm uma chance melhor de sobreviver a uma chuva forte se o solo for fragmentado, permitindo o crescimento de raízes fortes e sadias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível