Tratamento homeopático para a fadiga da adrenal

Escrito por kathryn pless | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento homeopático para a fadiga da adrenal
Tratamento homeopático para a fadiga da adrenal (Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Os médicos nem sempre reconhecem a fadiga da adrenal como uma doença legítima. O quadro é difícil de ser diagnosticado e pode passar despercebido em exames de sangue, a não ser que as glândulas adrenais estejam falhando ou seriamente afetadas. Muitos profissionais da medicina alternativa acreditam que a fadiga da adrenal seja causada por estresse crônico e que pode contribuir para alergias, obesidade e outros problemas de saúde. Existem vários tratamentos homeopáticos disponíveis que podem ajudar a superar a condição.

Outras pessoas estão lendo

O que são as glândulas adrenais?

As glândulas adrenais fazem parte do sistema endócrino. As glândulas endócrinas trabalham juntas para produzir e regular os hormônios do corpo. Localizadas sobre os rins, as adrenais produzem hormônios responsáveis por funções corporais essenciais, como a manutenção dos processos metabólicos, regulação do equilíbrio de sal e água, e controle da resposta orgânica ao estresse. Quando o organismo é sujeito a estresse crônico e prolongado, as adrenais podem se tornar desfuncionais e não sintetizar cortisol suficiente, o hormônio chefe que ajuda o organismo a lidar de forma efetiva com o estresse.

Opções de tratamento homeopático

Um teste simples de saliva pode determinar se suas glândulas adrenais estão funcionando corretamente. Existem muitos remédios homeopáticos que podem ajudar a aliviar a fadiga da adrenal, principalmente ao combaterem o estresse crônico e a ansiedade que alegadamente causam o quadro ao manterem o corpo em contínuo estado de "luta ou fuga".

Suplementos contendo vitamina C, complexo B, magnésio, vitamina E, zinco e cobre auxiliam as funções orgânicas e retiram um pouco do estresse das glândulas adrenais. Muitos homeopatas também recomendam a ingestão de líquidos com traços de minerais como cromo, cobre, molibdênio e selênio por seus efeitos calmantes.

A Ashwagandha -- também conhecida como cereja indiana do inverno -- é uma erva cuja raiz tem sido utilizada por praticantes da medicina Aiurvédica por suas propriedades ansiolíticas e por se acreditar em seu papel de fazer com que as adrenais voltem a um estado de equilíbrio.

Além de tudo isso, o ginseng é utilizado há muito tempo por suas propriedades anti-inflamatórias. As mulheres devem combinar raiz de Ashwagandha com ginseng siberiano e os homens com ginseng coreano. Quando tomada com o tipo correto de ginseng, a Ashwagandha pode diminuir o estresse sobre as adrenais.

Outras ervas conhecidas por suas qualidades antiestresse são a rhodeola rosea e a schisandra chinensis.

Adicionalmente, evite chá preto, cafeína e outros estimulantes a fim de permanecer calmo e acabar com o ciclo de "luta ou fuga" do cortisol.

Outros remédios naturais

Mudanças no estilo de vida, como descansar mais, ter um hobby, reza e meditação podem ajudar a reduzir o estresse. Tenha uma dieta balanceada que forneça ao corpo os nutrientes de que precisa para lidar com o estresse. O exercício aumenta a resistência e a força do organismo, dormir as horas recomendadas auxilia na regulação da produção de cortisol, ajudando a manter os ritmos naturais de acordar e dormir.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível