Tratamento para Leiomiossarcoma uterino

Escrito por m. gideon hoyle | Traduzido por janaina maria
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento para Leiomiossarcoma uterino
Leiomiossarcoma uterino é uma forma rara e agressiva de câncer que se origina nos músculos involuntários da parede uterina. (Visage/Stockbyte/Getty Images)

Leiomiossarcoma uterino é uma forma rara e agressiva de câncer que se origina nos músculos involuntários da parede uterina. É mais comum aos 50 anos de idade ou mais, e é responsável por menos de 2% de todos os casos de câncer de útero. Em seus estágios avançados é altamente letal, e um tratamento eficaz está diretamente ligado à descoberta precoce para tentar curar a doença.

Outras pessoas estão lendo

Causas potenciais e sintomas

Leiomiossarcoma pode aparecer em qualquer um dos tecidos de músculo involuntário do corpo. Embora não se saiba sua causa, os pesquisadores acreditam que a genética e a exposição à radiação são fatores de risco. No caso de leiomiossarcoma uterino, a exposição à irradiação pélvica, por pelo menos 10 anos e o uso de tamoxifeno (um medicamento para a mama) foram indicados como fatores de causa. Se você tiver sido exposta a qualquer um destes tratamentos, procure fazer exames no útero com o seu médico. Isso é importante se você tem tido sangramento uterino ou vaginal anormal.

As primeiras fases de leiomiossarcoma uterino não apresentam sintomas. Os sintomas que começam aparecer são: o desconforto abdominal, alterações menstruais, se você está na pré-menopausa ou sangue vaginal, se você já passou da menopausa. Você pode ter perda de peso sem motivos, além de náuseas ou vômitos. Se você tiver algum destes sintomas, consulte o seu médico na primeira oportunidade que tiver.

A Importância da Atenção Especializada

Se você foi diagnosticado com leiomiossarcoma uterino, procure médicos com experiência no tratamento deste tipo de câncer. Mesmo o oncologista geral mais competente pode ter tratado apenas um ou dois casos de leiomiossarcoma durante sua carreira, e um tratamento eficaz provavelmente vai exigir maior especialização.

Cirurgia

Depois de escolher um especialista qualificado, o seu tratamento será certamente concentrado na remoção cirúrgica do tumor. Devido à natureza agressiva do câncer, o melhor tratamento para leiomiossarcoma uterino tem diferentes critérios de avaliação que são usados ​​normalmente para tipos menos invasivos. O desenvolvimento da maioria é dividida numa série de estágios progressivos, com base no tamanho e taxa de crescimento da massa original do câncer. Normalmente, os cânceres são altamente tratáveis ​​nos estágios iniciais antes de se espalhar (metástase) para outras localidades dentro do corpo.

No entanto, leiomiossarcoma uterino é uma doença de ritmo acelerado. As pesquisas indicam que as chances de sucesso no tratamento podem depender diretamente do tamanho do tumor logo quando ele é descoberto. Na presença de um tumor maior do que 5 cm de diâmetro, as chances de sobreviver diminuem, mesmo se o câncer não tenha se espalhado. Posteriormente, pacientes com leiomiossarcoma uterinos têm uma chance de 50% de sobreviver cinco ou mais anos após o diagnóstico inicial, as taxas de sobrevivência para os estágios mais avançados caem rapidamente de 20 a 0 %.

Outros potenciais tratamentos

Ainda assim, se você tem leiomiossarcoma uterina avançada, as opções de tratamento estão se desenvolvendo. Pesquisadores começaram testes clínicos de tratamentos eficazes para leiomiossarcoma na metástase, usando as drogas docetaxel, gencitabina e filgrastim. Consulte o seu médico oncologista para as últimas informações sobre estes desenvolvimentos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível