Tratamento de madeira contra cupins

Escrito por lee morgan | Traduzido por aline fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento de madeira contra cupins
Para evitar cupins, o ideal é tratar a madeira na época em que a casa está sendo construída (Sam Royds/Photodisc/Getty Images)

A melhor época para tratar a madeira a fim de evitar danos causados por cupins é quando uma casa ou outra estrutura está sendo construída. Comprar uma madeira pré-tratada ou resistente a cupins ou simplesmente tratar a madeira você mesmo antes de levantar as paredes pode significar uma estrutura livre de cupins.

Outras pessoas estão lendo

Faça você mesmo

Se você estiver em condições de tratar toda a madeira que está sendo utilizada para construir a sua casa antes de começar o projeto ou no início do mesmo, então um método simples de bricolagem fará com que economize dinheiro e será bastante eficaz. O borato de sódio é uma substância química utilizada para tratar a madeira que evita a infestação de cupins e o apodrecimento. Essa substância mata os protozoários que permitem que os cupins digiram a madeira que comem, privando-os assim dos nutrientes. Os produtos com borato de sódio para tratar a madeira são populares por serem facilmente misturados à água para criar um revestimento líquido que qualquer pessoa pode aplicar esfregando-o na madeira, de acordo com o site KillTheTermites.com. É mais eficaz aplicá-lo à madeira que esteja protegida contra os fenômenos naturais. Como o produto é solúvel em água, a queda de chuva na madeira tratada diluirá o borato e este irá, com o tempo, tornar-se ineficaz.

Tratamentos de pressão

Utilizar madeira que foi tratada com pressão pelo fabricante custará um pouco mais, mas esse tratamento de pressão penetrará mais profundamente na madeira e não será lavado pela chuva. De acordo com o Manejo Integrado de Pragas da Universidade da Califórnia, a forma mais eficaz de tratar a madeira quimicamente é através do tratamento de pressão utilizando arseniato de cobre cromatado, arseniato de zinco de cobre amoniacal, octaborato dissódico tetra-hidratado e sais de Wolman como fluoreto de sódio. O uso de boratos no tratamento de pressão também é popular, pois são seguros para os seres humanos e outros mamíferos. Os tratamentos de pressão penetram até 13 mm na madeira, enquanto os tratamentos superficiais feitos com um pincel cobrem apenas uma fração disso. Madeiras mais porosas, como alguns pinheiros, absorvem ainda mais do tratamento de pressão e são mais adequadas para esse procedimento.

Seleção da madeira

Selecionar certos tipos de madeira resistentes a cupins para a construção é uma medida preventiva que diminuirá consideravelmente a necessidade de outros tratamentos. Embora nogueiras-amargas, pinheiros, espruces e abetos quase não sejam resistentes à infestação de cupins, outras madeiras dificultam a alimentação e a criação de colônia dos cupins. Além de qualquer tratamento escolhido para combater os cupins, o uso de madeira de carvalhos (com exceção do carvalho-vermelho), cedros, cerejeiras, nogueiras ou outras árvores parecidas ajudará a prevenir contra a infestação por si só.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível