Tratamento de osteófitos graves no quadril

Escrito por renata barber | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento de osteófitos graves no quadril
Osteófitos no quadril são causados por desgaste articular (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

A maioria dos osteófitos (esporões ósseos) no quadril é causada por desgaste da articulação, uma condição chamada de osteoartrite. Com o tempo, a condição pode se agravar até o ponto em que andar ou sentar pode ser doloroso. Quando se desgasta, a cartilagem pode iniciar um sintoma em que os tendões friccionam-se contra a a articulação, causando irritação. Além disso, qualquer atividade que acrescente pressão à área pode aumentar o desconforto e inflamar o local.

Outras pessoas estão lendo

Osteotomia

Graças ao avanço nos procedimentos cirúrgicos modernos, antes de considerar a substituição de todo o quadril, talvez você queira investigar uma via alternativa, a osteotomia. Esse procedimento cirúrgico envolve basicamente cortar e deslocar seu osso natural do quadril. Embora não seja tão popular quanto a tradicional substituição do quadril, há uma vantagem. O procedimento não utiliza partes artificiais. Em vez disto, usa o osso do paciente. Usando partes mais saudáveis de seu osso, o cirurgião cria uma nova articulação esferoidal e desloca o osso do quadril até ele se encaixar confortavelmente em seu novo espaço. Durante o processo de cicatrização, os ossos são mantidos unidos por pinos metálicos, mas eventualmente estes são removidos, deixando somente os seus ossos. Como não foram usadas partes artificiais na cirurgia, a osteotomia é ideal para quem procura procedimentos alternativos.

Cirurgia de substituição do quadril

Se medicações, fisioterapia e exercício não funcionarem e você for incapaz de reassumir as atividades normais de exercício, talvez seja o momento de considerar uma cirurgia de substituição do quadril. Em termos gerais, normalmente a cirurgia é o último recurso, mas pelo menos após esse procedimento você será capaz de voltar à sua rotina normal de exercícios. Geralmente chamada de artroplastia total do quadril, a cirurgia envolve a substituição da articulação disfuncional do quadril por uma prótese feita para ser aceita por seu corpo e resistir à corrosão. Após a cirurgia, a maioria dos pacientes usa muletas, iniciando imediatamente o processo de aprender a andar de novo com a ajuda de um fisioterapeuta. Gradualmente, as atividades diárias retornarão em um período de três a quatro meses.

Mas é importante lembrar que, tendo em vista que o peso de seu corpo repousa sobre os quadris, a longevidade da prótese deverá ser a maior preocupação dos pacientes. Aprender a se movimentar de modo diferente e a atentar para a mecânica corporal adequada será um longo caminho a percorrer para proteger a vida útil de sua prótese. Evite levantar pesos ou fazer escaladas repetitivas. Contudo, é benéfico manter-se ativo, sendo prudente ao evitar esportes de alto impacto envolvendo movimentos rápidos de parar-iniciar ou se contorcer. Se você fizer sua parte, sua prótese continuará a funcionar adequadamente por muito tempo depois da cirurgia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível