Mais
×

Como tratar espasmos nervosos

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Espasmos nervosos são espasmos musculares involuntários. Eles ocorrem em qualquer parte do corpo, incluindo o rosto, e podem ser breves e repetitivos. Geralmente ocorrem com certos problemas psiquiátricos, como a síndrome de Tourette ou distúrbios de ansiedade. Esses espasmos podem ser constrangedores e difíceis de tratar. Entretanto, há alguns passos que você pode tomar para ajudar a lidar com a situação.

Instruções

Espasmos musculares podem ser incômodos (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)
  1. Esteja consciente das situações que aumentam os espasmos. Algumas delas podem aumentar seu nível de ansiedade e intensificar o problema. Embora nem todas as situações possam ser evitadas, você pode ser capaz de desenvolver estratégias para lidar melhor com os espasmos.

  2. Faça atividades relaxantes. Permanecer calmo e reduzir o nível de estresse pode reduzir espasmos nervosos. Experimente diferentes técnicas de relaxamento até encontrar uma que funcione para você. Algumas sugestões são meditação, respiração profunda e exercícios físicos.

  3. Trate problemas psiquiátricos subjacentes. Algumas doenças mentais que podem causar espasmos nervosos podem ser tratadas com remédios. À medida que a verdadeira causa for sendo tratada, os espasmos podem diminuir ou parar completamente.

  4. Você poderá obter aconselhamento profissional. Psicoterapia pode ajudar a tratar problemas de ansiedade que estejam contribuindo para os espasmos. Aconselhamento ou modificação do comportamento também podem ajudar você a desenvolver maneiras de lidar com o estresse, que pode piorar os espasmos.

  5. Descanse bastante. Espasmos nervosos podem piorar se você estiver cansado. Cuide bem de você mesmo dormindo oito horas por noite, comendo bem e limitando o café, que pode aumentar a ansiedade.

  6. Tenha em mente que você não pode controlar tudo, incluindo a reação de outras pessoas a seus espasmos. O que você pode controlar é o quanto se importa com eles. Preocupar-se constantemente sobre seus espasmos pode apenas adicionar estresse à sua vida, e aumentar o problema.

Aviso

  • Evite se isolar por causa dos espasmos nervosos. Isso pode levar à depressão e aumentar a ansiedade.
bibliography-icon icon for annotation tool Cite this Article