Mais
×

Como tratar da pata quebrada de um gatinho

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Os gatinhos, e os gatos em geral, podem quebrar os ossos das pernas facilmente.
Por vezes a fratura pode passar despercebida ao dono, já que os gatos conseguem tolerar razoavelmente bem a dor sem manifestar sintomas dela. Felizmente, gatinhos e gatos são conhecidos pela sua capacidade de sarar facilmente fraturas de ossos. A pata partida do seu bichinho deve sarar sem problemas, mas há algumas coisas que pode fazer para dar mais conforto ao seu animalzinho durante o processo de cura.

Instruções

O seu gatinho pode ter de usar gesso

    Como tratar a pata quebrada de um gatinho

  1. Proteja o gesso. Depois de ir ao veterinário, o seu gatinho chegará muito provavelmente a casa com gesso, a não ser que seja uma fratura muito pequena. Proteja ao gesso para impedir que ele o lamba (o gesso poderá provocar comichão) ou que tente tirá-lo com as patas.

  2. Arranje-lhe um lugar confortável para dormir. O seu gatinho não conseguirá se mexer facilmente, por isso se ele tiver dificuldades para subir na cama, arranje-lhe uma nova, de fácil acesso. Pode ser tão simples quanto uma almofada fofinha no chão.

  3. Remova as tentações. Os gatos adoram saltar nas coisas, mas com uma perna engessada essa não é uma boa ideia. Retire todo o mobiliário alto do gato e outras coisas, como bancos, que possibilitem que ele salte para os seus lugares favoritos, como a bancada da cozinha. Se o seu gatinho está habituado a ficar no sofá, tente levantá-lo ao invés deixá-lo saltar sozinho.

  4. Use qualquer medicação que o veterinário tenha receitado até ao fim. Para os ossos quebrados normalmente são receitados antibióticos, e eles só funcionam se a embalagem toda for tomada. É difícil dar comprimidos a gatos, por isso tente envolver o comprimido na comida e depois com cuidado faça-o engoli-la se ele não quiser comer. (Aperte-lhe o maxilar com cuidado para que abra a boca.) É uma tarefa desagradável, mas necessária.

  5. Mantenha o seu gatinho calmo. Não o deixe sair para a rua, e não o tente a brincar com os seus brinquedos favoritos. Se tiver dentro de casa um cão muito ativo, mantenha o cão noutra divisão para que não corra atrás do gato.

  6. Se os os pratos da água e da comida estavam num lugar alto, mude os para o chão. Certifique-se que são baixos para que o gatinho não tenha de fazer muita, ou mesmo alguma, força na pata para poder chegar à comida. Ponha a comida num prato e não numa taça.

Dicas

  • Esteja atento a qualquer sinal de infeção, incluindo febre ou falta de apetite.

O que você precisa

  • Coisas de que precisa
  • Lugar macio para dormir
  • Vasilhas baixas de comida e água
  • Comida de gato pastosa.
bibliography-icon icon for annotation tool Cite this Article