Porque os tubarões-baleia são importantes no nosso ecossistema?

Escrito por frank b. chavez iii | Traduzido por luigi bahia
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Porque os tubarões-baleia são importantes no nosso ecossistema?
Tubarões-baleia são muito dóceis e lidam muito bem com a companhia humana (Comstock/Comstock/Getty Images)

O tubarão-baleia é o maior peixe do mundo, podendo atingir mais de 12 metros de comprimento. Eles são encontrados em mares quentes de todo o mundo. Eles são animais dóceis, que se alimentam de plâncton e outras criaturas marinhas minúsculas. Os cientistas não conseguem estimar exatamente o que poderia acontecer caso estes peixes gigantescos fossem extintos.

Outras pessoas estão lendo

Descrição

Os tubarões-baleia têm corpos simplificados, cabeças achatadas, grandes brânquias e uma grande boca perto da frente do focinho. Sua pele varia entre cinza e marrom e apresenta manchas brancas e listras claras, como um tabuleiro de xadrez. A barriga é branca e as duas barbatanas dorsais estão localizadas perto da traseira. O corpo alongado termina em uma forte nadadeira caudal que pode ou não ser dividida em dois lóbulos.

Distribuição e habitat

Os tubarões-baleia preferem água morna entre 20 e 30 graus centígrados. Eles são encontrados na maioria dos mares tropicais e temperados quentes do mundo, exceto o Mediterrâneo. Eles são encontrados no Oceano Pacífico do Chile à Califórnia, do Japão à Austrália e na costa do Havaí. No Atlântico, são encontrados a partir de Nova York até o Brasil e no Golfo da Guiné, no Senegal. Na região do Oceano Índico, os tubarões-baleia podem ser encontrados desde o Mar Vermelho ao Golfo Pérsico.

Alimentação

Apesar de serem os maiores peixes do mundo, os tubarões-baleia se alimentam de pequenos animais e plantas, incluindo plâncton, pequenos crustáceos, atum e lulas. Um tubarão-baleia se alimenta abrindo a sua boca, empurrando para fora suas mandíbulas e sugando água por estruturas filtradoras. Em seguida, ele fecha a boca e permite a passagem de água através das guelras. Entre abrir sua boca e abrir suas brânquias, pequenos animais são capturados pela estrutura de peneira formado pelas escamas dentiformes chamadas dentículos.

Teia alimentar

Os tubarões são predadores de topo, ou predadores que não têm quaisquer outros predadores de si. Os cientistas observaram que, quando os predadores de níveis de topo são perdidos em um ecossistema, a população de presas cresce rapidamente. A população às vezes fica tão grande que os animais logo comem toda a sua oferta de alimento. É muito difícil saber precisamente sobre aspectos do papel do tubarão no ecossistema, de modo que os cientistas não têm certeza do que aconteceria se os tubarões se tornassem extintos. Contudo, os cientistas teorizam que se os grandes tubarões brancos forem extintos pode haver um aumento de focas, leões marinhos e pequenas baleias. Se o tubarão-baleia for extinto, pode haver um crescimento de plânctons, embora esse seja comido por várias espécies de baleias também.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível