Mais
×

Tudo que você precisa saber para cultivar seu próprio jardim

Cuide do que cultiva
Sorin Alexandru/iStock/Getty Images

Introdução

Muita gente tem vontade de cultivar e plantar o seu próprio jardim em casas, mas não coloca em prática. Normalmente, argumentam que é muito difícil manter as plantas vivas ou que dá muito trabalho mantê-lo. Por esse motivo, aqui, você vai aprender e descobrir que o cultivo de plantas são muito mais simples do que pensam.

Elenathewise/iStock/Getty Images

Escolha o que você deseja cultivar

Posso plantar o que desejar dependendo do clima da minha cidade? Essa é a primeira pergunta que você tem que responder. No mundo, existem vários tipos de frutas, legumes e plantas que sobrevivem em ambientes quentes e outras que resistem mais ao frio. Devido a isso, você deve pesquisar sobre a planta escolhida, pois é o mais importante na hora de decidir o que cultivar em seu próprio jardim.

Jupiterimages/Pixland/Getty Images

Um lugar com condições perfeitas

A segunda coisa é analisar e definir o local onde você quer plantar. Uma das condições necessárias para a maioria das plantas é ter muita luz, um ambiente não muito úmido e nem muito seco e água abundante. Apesar das condições gerais, é melhor perguntar ao vendedor ou pesquisar online para ver o que é melhor para o tipo de planta que você possui.

MKucova/iStock/Getty Images

As sementes corretas

Escolha muito bem as sementes para garantir um bom crescimento. A qualidade é o mais importante para isso. Elas devem ser saudáveis, maduras e livres de contaminantes. Plante as sementes corretamente e cobertas com mistura de terra adequada.

zhekos/iStock/Getty Images

Plantadores e vasos de flores

Os jarros, vasos, recipientes ou bandejas são opções usadas por pessoas que vivem em apartamentos e não têm muito espaço para cultivar. No entanto, eles dependem do tamanho da planta e do seu crescimento para definir o local onde plantar. Para aqueles que desejam ter plantas em seus escritórios, os jarros são a melhor escolha.

artlensfoto/iStock/Getty Images

Ferramentas necessárias

O plantio pode ser um trabalho complicado se for feito sem qualquer ferramenta. Por esse motivo, pás podem ajudá-lo a fazer um buraco e o ancinho permitirá corrigir a superfície da terra que será trabalhada. Finalmente, as luvas irão protegê-lo contra insetos, pedras e ossos que possam estar em seu jardim.

Wavebreakmedia Ltd/Wavebreak Media/Getty Images

Água

A principal coisa para permitir que as sementes cresçam fortes e saudáveis é a água. Quando elas estão crescendo, garanta que a terra esteja constantemente molhada. No entanto, muitos pensam que quanto mais água tiver melhor será para a planta. Isso é um engano, pois o excesso também é prejudicial.

AmmentorpDK/iStock/Getty Images

Fertilizantes

No mercado, existem muitos fertilizantes para um rápido crescimento das plantas, mas a longo prazo eles causam danos. Apesar do mau cheiro de alguns e sua baixa eficácia no crescimento, recomendam-se adubos orgânicos, como esterco, estrume e húmus. No entanto, para os apressados, existem também os fertilizantes químicos que ajudam no crescimento e vigor das plantas.

gracethang/iStock/Getty Images

Nunca plante em linha reta

No caso das flores, é sempre melhor plantá-las na diagonal, pois a localização das estacas permitirá crescer melhor e chegar a um tamanho maior. Quando elas são plantadas em linha reta, é praticamente impossível, no caso das rosas, um eventual aumento no número das flores.

simon levy/iStock/Getty Images

Mantenha as plantas saudáveis

O crescimento de todas as plantas é constante, assim como seus cuidados. Elas são seres vivos e precisam estar saudáveis. Por isso, água, luz e podas são essenciais para mantê-las saudáveis e bonitas. O cuidado deve ser diário, por isso é importante não abandoná-las.

weerapatkiatdumrong/iStock/Getty Images

Evite as pragas

Plantas, vegetais, frutas e árvores sofrem muitas ameaças de pragas, secas e inundações. Os principais produtos para evitar pragas e fortalecer as plantas são os aminoácidos, pois eles ajudam a minimizar os danos de uma possível utilização abusiva de pesticidas e outros tratamentos mal realizados. Existem também extratos de algas que servem como recuperadores das culturas.