Mais
×

Como o tufo calcário é formado?

O tufo calcário é uma rocha ígnea que se forma através da atividade vulcânica. Essa rocha pode consistir em uma série de tipos de fragmentos que são muito finos e pequenos. O seu processo de formação pode ter certas variações, dependendo da configuração do depósito e da composição mineral. Embora o tufo possa ser um material para construções ou esculturas, ele tem usos limitados.

O tufo calcário se forma a partir da atividade vulcânica (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Formação vulcânica

Os tufos calcários provenientes da atividade vulcânica são frutos de erupções violentas. Cinzas vulcânicas, magma espumoso, poeira e partículas finas de rochas da erupção se acumulam na superfície terrestre. As partículas ejetadas formam uma rocha com textura porosa e macia, sendo que elas podem ter sido lançadas a partir da abertura do vulcão ou escapado através das rachaduras nas paredes vulcânicas, chamadas de fissuras. Essas fissuras geralmente são menores que a abertura central, mas também se originam a partir do magma e vão em direção à superfície.

Processo de litificação

O magma e as partículas rochosas que se acumulam a partir das erupções vulcânicas podem formar tufos calcários de várias maneiras. Algumas rochas se formam quando as partículas são enterradas abaixo de camadas de outras rochas e se solidificam através da compactação. Alternativamente, pode ocorrer a formação através da cimentação, tipicamente quando a calcita ou o quartzo em soluções se precipitam e unem as partículas do tufo. Às vezes, a temperatura das partículas rochosas é muito alta, já que elas são ejetadas pelo vulcão e se fundem, o que culmina na formação do tufo calcário.

Conteúdos do tufo

Ao contrário da maioria das rochas, o tufo contém uma variedade de minerais e partículas de diferentes tamanhos que se diferem entre uma amostra e outra. Grãos individuais dentro do tufo podem ser esfarelentos, brilhantes ou cristalinos. Os tufos podem incluir partículas de minerais como augita, biotita, plagioclásio e leucita, entre outros. Por causa da variedade de minerais na rocha, as amostras podem ter diferentes cores e aparências. Os tufos calcários podem ser marrons, cinzas, rosas ou verdes. A presença de minerais escuros, como a augita e a biotita, podem dar à pedra uma aparência salpicada.

Localização dos tufos

Depósitos grandes ou bem documentados estão presentes na Itália, por causa da erupção do Vesuvius, na Inglaterra e Wales, por erupções antigas, e em outras localidades na Alemanha, Grécia, Japão, Nova Zelândia e Peru, entre outras áreas vulcânicas ao redor do mundo. Nos Estados Unidos, o Parque Yellwstone em Wyoming tem depósitos bem conhecidos de tufos calcários. Essas rochas têm idades que variam desde a Era Pré-cambriana até o presente, já que elas se formam frequentemente durante erupções vulcânicas.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article