on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Usos do ouro e sua importância

Atualizado em 21 julho, 2017

O ouro tem sido muito procurado ao longo dos séculos. Cortez e os conquistadores espanhóis fizeram suas fortunas procurando ouro na América do Sul. Prósperas cidades modernas, como São Francisco e Melbourne, devem a sua existência à descoberta de ouro. Ainda é muito valorizado hoje em dia, com o seu preço permanecendo alto, mesmo durante a atual crise financeira mundial. Além de ser estimado por si só e para a produção de joias e moedas, o ouro é também tem uma série de aplicações técnicas.

O ouro tem sido há muito tempo o mais precioso dos metais (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A história do ouro

O ouro foi fundido primeiramente pelos antigos egípcios há cerca de 6.000 anos e seu uso mais famoso por essa civilização foi a máscara funerária do faraó Tutancâmon, 1400 anos mais tarde. O ouro foi usado pela primeira vez em odontologia pelos etruscos em torno 600 a.C, ainda sendo usado para fazer dentes e obturações hoje. Na virada do século XV, muitas minas de ouro da Europa tinham sido esgotadas. Ao longo dos 200 anos seguintes, reinos como Veneza, Espanha e Portugal exploraram a África, a Ásia e as Américas em busca de novas fontes.

Loading...
Os egípcios já fundiam ouro por mais de um milênio na época da morte de Tutancâmon (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

Fontes de ouro

O familiar sítio de garimpeiros extraindo ouro é justificado pelo fato de ele ser frequentemente encontrado em sedimentos de argila ou silte em leitos de rios. Estes sedimentos aluviais também podem indicar depósitos maiores de ouro. Também é encontrado em ramificações de rochas, com depósitos de cobre, chumbo, quartzo ou pirita. Ao contrário de alumínio ou de ferro, o ouro ocorre naturalmente em sua forma elementar. A África do Sul é o maior produtor mundial, seguida pelos Estados Unidos, Austrália, Canadá e China.

O ouro é encontrado nos sedimentos aluviais dos leitos de rios (Comstock/Comstock/Getty Images)

Como o ouro é extraído

O ouro é extraído quimicamente usando cianeto. Um sal de cianeto adicionado a uma suspensão aquosa contendo ouro faz com que os íons de cianeto quelem os átomos de ouro para formar complexos de íons de dicianeto de ouro. Estes íons são facilmente separados da suspensão por meio de filtração e, em seguida, são colocados em reação com zinco, para produzir ouro puro e íons de tetracianeto de zinco. Este é um meio muito eficiente a longo prazo para extração de ouro. No entanto, tem sérios impactos ambientais, como o fato do cianeto dissolvido em água ser extremamente tóxico para a vida vegetal e animal.

Usos do ouro

O ouro é um forte condutor de eletricidade, mas não é corrosível e tem baixa reatividade química. Por isso, é utilizado em contatos não-corrosíveis em circuitos elétricos. O metal é macio e maleável, o que significa que é fácil de moldar. Além disso, sua propriedade de resistir à corrosão faz com que ele não tenha qualquer efeito adverso quando colocado em contato com o corpo. É também altamente resistente à bactérias. Por esta razão, o ouro tem sido utilizado em odontologia há milhares de anos. Aplicações médicas mais recentes incluem o tratamento de artrite reumatoide e câncer.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...