Como utilizar medicamentos anti-fúngicos para tratar a prostatite crônica

Escrito por laurie rappeport | Traduzido por ágata erhart
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como utilizar medicamentos anti-fúngicos para tratar a prostatite crônica
Sempre consulte o seu médico antes de iniciar qualquer tratamento (Digital Vision./Digital Vision/Getty Images)

Prostatite é uma doença inflamatória da glândula da próstata. A prostatite crônica ocorre quando o tratamento inicial não obtém resultado. Existem muitos tratamentos para a prostatite crônica, entre eles, os naturais, como tomar banhos quentes, usando uma almofada para ficar sentado, e evitar os alimentos problemáticos (como cafeína e alimentos picantes). Bioflavonoides, bloqueadores alfa e terapias neuromusculares mostraram sucesso no tratamento. Os médicos prescrevem antibióticos para tratar a prostatite crônica além de anti-fúngicos, quando a presença de leveduras são detectadas em uma cultura.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Medicação anti-fúngica

Lista completaMinimizar

Instruções

    Como fazer

  1. 1

    Descubra qual fungo está presente no seu corpo. De acordo com o National Institute of Health's National Center for Biotechnology Information, existem muitos tipos de fungos que podem causar a prostatite crônica. Cada um destes fungos podem causar uma alteração na próstata e cada tratamento exige um medicamento anti-fúngico que combata aquele fungo em particular.

  2. 2

    Discuta as opções de tratamento com o seu médico. Deixe-o ciente de quaisquer outros medicamentos, ervas, ou tratamentos alternativos que você esteja fazendo uso. Qualquer um deles pode interagir negativamente com os anti-fúngicos que o médico venha a prescrever para o tratamento de prostatite crônica. Informe-o caso sofra de algum tipo de alergia. Algumas alergias, como a ovos, podem ter um impacto nos medicamentos adequados para determinada pessoa.

  3. 3

    Medicamentos anti-fúngicos podem ser ingeridos via oral ou de maneira tópica. Descubra se existem instruções especiais para a medicação oral, por exemplo, tomá-lo antes ou depois das refeições pode ter um impacto sobre a sua eficácia. Peça ao seu médico ou farmacêutico para detalhar todas as instruções para o uso da medicação anti-fúngica.

  4. 4

    Pesquise os possíveis efeitos colaterais da medicação para a prostatite crônica. Esteja preparado para a possibilidade dos efeitos colaterais, que podem incluir ardor ou coceira.

  5. 5

    Descubra quanto tempo será necessário para que a medicação funcione. Fale com o médico se a sua prostatite crônica não apresentar melhora depois de um tempo do uso do remédio.

  6. 6

    Considere a possibilidade de completar o tratamento anti-fúngico para prostatite crônica com uma medicina complementar. A medicina chinesa, a homeopatia e a reflexologia são formas de medicina alternativa que podem melhorar os efeitos do tratamento médico alopático (convencional). Informe todos os responsáveis a respeito do envolvimento de outras formas de tratamento médico para que os tratamentos não entrem em conflito.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível