Vestidos tradicionais para chinesas

Escrito por marisa swanson | Traduzido por lucas silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Vestidos tradicionais para chinesas
Trajes tradicionais chineses têm intrincados bordados reluzentes (chinese fashion image by Liu xiang from Fotolia.com)

A cultura chinesa é milenar, por isso existe uma rica história para delimitar o que é se vestir tradicionalmente para mulheres chinesas. Através de diferentes períodos e dinastias, o vestuário chinês evoluiu com a tecnologia de sua construção e a introdução de novos tecidos.

Outras pessoas estão lendo

História antiga

A costura e a ornamentação estiveram presentes desde cedo na cultura chinesa. A produção de roupas data de milhares de anos atrás. Descobertas arqueológicas datadas de 18 mil anos atrás incluem agulhas de costura feitas de ossos, conchas e miçangas feitas de pedra. Avançando rapidamente até o segundo século depois de Cristo, o primeiro imperador da dinastia Qin estabeleceu leis que diziam quais roupas as pessoas poderiam usar para indicar suas classes sociais. Através dos milênios, o vestuário continuou a se desenvolver e mudar. A dinastia Qing (1644 a 1911) produziu tipos e estilos de roupas que são mais reconhecíveis hoje.

Vestidos tradicionais para chinesas
Estilos mais comuns de hoje surgiram na dinastia Qing (K-King Photography Media Co. Ltd/Lifesize/Getty Images)

Tipos

O pienfu e o cheongsam são tipos tradicionais de roupas para mulheres. O pienfu tem duas peças, a parte superior da túnica, normalmente um manto amarrado sobre o corpo, e a de baixo, uma longa saia que se estende até o chão. Esse tipo de vestido ainda está presente nas óperas e apresentações chinesas. O cheongsam é ainda usado em versões modernas hoje em dia. Esse vestido tem raízes antigas, mas ficou especialmente popular na década de 30. É um vestido de peça única, longo, com uma gola mandarim e três botões no ombro direito. Pode ser sem mangas, com mangas curtas ou longas. É apertado na cintura, e algumas vezes no tórax, e se estende até o chão com aberturas nas laterais. Ele é feito para mostrar a silhueta da mulher chinesa. Hoje em dia, cheongsams são usados em todo o mundo, e versões curtas destes vestidos estão disponíveis em muitos lojas.

Vestidos tradicionais para chinesas
Cheongsam é o modelo mais conhecido (Sky View/Photodisc/Getty Images)

Características

O vestuário chinês era frequentemente adornado cuidadosa e lindamente com bordados, serigrafia e faixas. O colorido era importante nos trajes chineses, e cores diferentes representavam coisas diferentes, assim como imagens de animais. Cores escuras com bordados brilhantes eram usadas para ocasiões especiais. Cores claras eram usadas por pessoas comuns em seu dia a dia. O verde representa a primavera; o vermelho, o verão; o branco, o outono, e o preto, o inverno. O vermelho também simboliza boa sorte para os chineses e também é uma cor de uso comum.

Vestidos tradicionais para chinesas
O vermelho é uma cor bastante usada (Sky View/Digital Vision/Getty Images)

Trajes de casamento

O vermelho é usado por muitas noivas na China. As chinesas do Norte usam vestidos chamados quipao, que são uma versão do cheongsam e são elaboradamente bordados com fibras soltas e fios de ouro. As noivas sulistas usam vestidos de duas peças chamados qungua ou kwa. Esse vestido é adornado com um dragão e uma fênix de ouro. Véus vermelhos cobrem a face da noiva até que toda a cerimônia termine e todos os convidados tenham partido. Somente quando estão sozinhos, o noivo tem permissão para retirar o véu da noiva. O noivo é a única pessoa que pode fazer isso.

Vestidos tradicionais para chinesas
Somente o noivo pode retirar o véu da noiva (Sky View/Photodisc/Getty Images)

Vestuário da imperatriz

Como um simbolo de realeza, o vestuário da imperatriz era enfeitado e diferentes adornos eram usados em diferentes ocasiões. As roupas eram feitas apenas dos mais lindos tecidos, como seda, brocado e adamascado. A imperatriz tinha certos mantos para a corte e também diversos chapéus para diversas ocasiões e estações. Esses chapéus tinham pelos no inverno e eram decorados com pérolas, penas de faisão e jade. Os chapéus também tinham uma trança protetora feita de laços amarelos que pendiam na parte de trás. Joias faziam parte do vestuário da imperatriz também. Três conjuntos de colares eram usados sobre o manto da corte. Durante os festivais, sempre havia um colar de pérolas, um de jade e outro de material de grande classe.

Vestidos tradicionais para chinesas
A imperatriz tinha muita variedade de roupas (K-King Photography Media Co. Ltd/Lifesize/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível