Como acabar com o vandalismo em escolas

••• Photos.com/Photos.com/Getty Images

O vandalismo em escolas inclui pichações em paredes com tinta em spray e pedras lançadas em janelas, danos a móveis em salas de aula e rasgos em assentos de ônibus. Esses são atos devassos e deliberados com o único propósito de causar destruição. Se nada for feito, os vândalos de escolas podem transformar uma instituição moderna e bem mantida em uma propriedade desfigurada e dilapidada. Para combater esse problema, os funcionários das escolas, alunos e pais interessados ​​devem empregar medidas preventivas e diretas.

Passo 1

Contrate um segurança privado para monitorar a escola após o expediente. A presença de um guarda ou agente de segurança pode impedir as ações de vândalos na escola. O pessoal da segurança também pode interromper um ato de vandalismo, conseguindo identificar suspeitos.

Passo 2

Instale uma câmera de TV de circuito fechado em grandes áreas, como o pátio e na frente da escola, onde o vandalismo é mais provável de ocorrer. Pequenas câmeras bem posicionadas podem capturar a atividade de vândalos, podendo ajudar sua escola a identificar os autores e proporcionar punições, dissuadindo a ação futura de outros.

Passo 3

Crie um programa que ensine aos alunos a valorizar a sua escola e tratá-la com respeito. Mostre-lhes vários atos de vandalismo e eduque-os sobre as implicações legais e morais de destruir a propriedade de outra pessoa.

Passo 4

Crie uma linha de denúncia anônima que permita aos alunos repassar informações sobre atos de vandalismo, sem medo de represálias.

Passo 5

Exija que os vândalos apanhados reembolsem a escola pelos danos ou limpem a bagunça que fizeram. Por exemplo, exija que o autor limpe pichações ou paredes pintadas com spray.

Passo 6

Contate os pais de vândalos e obtenha o seu apoio para ajudar a prevenir futuros atos destrutivos. Os pais podem ser aliados valiosos se contatados com a atitude certa.

Mais recentes

×