Como calcular o fator de estiva

••• radoub pour cargo image by Philippe LERIDON from Fotolia.com

O fator de estiva de uma carga é uma referência rápida para avaliar a eficiência da utilização dos espaços de um navio, além de uma ferramenta para projetar despesas com combustível. O fator de estiva também é uma ferramenta para gerentes de transporte determinarem o impacto total de remessas através da conversão da informação fornecida de volume para peso de carga ou vice-versa, com base na prioridade da carga.

Cálculo do fator de estiva

Passo 1

Meça o volume real da carga a ser transportada. Se o transporte for feito dentro de contêineres, consulte o volume listado pelo fornecedor do contêiner para efetuar a medida. Caso contrário, multiplique a largura pelo comprimento pela altura da carga e qualquer espaço vazio alocado para ela, a fim de determinar o volume.

Passo 2

Meça o peso real da carga e sua embalagem. Se possível, posicione a carga sobre uma balança de tamanho apropriado. Essa medida também pode ser feita através da comparação de peso do contêiner/vagão/palete antes e depois da carga ser carregada.

Passo 3

Divida a medida cúbica da carga pelo peso real dela. Certifique-se de que as unidades de cálculo (polegada cúbica, pé, metro, libra, quilograma, tonelada métrica, etc) estejam indicadas nas notas de cálculo.

Passo 4

Revise os registros disponíveis de remessas pendentes para certificar-se da consistência de dados, a fim de prevenir problemas com relação às unidades de medida utilizadas (ex: metros cúbicos por tonelada ou quilograma). Além disso, tenha certeza de que as descrições da carga estejam consistentes com a informação fornecida. Por exemplo, algodão não comprimido terá um fator de estiva maior que uma remessa de algodão comprimido. Revise as remessas anteriores ou guias de fator de estiva para validar remessas pendentes.

Mais recentes

×