Que coisas têm formato de cone?

••• Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

O cone, geralmente uma estrutura piramidal circular, aparece com frequência na vida diária, das casquinhas de sorvete aos chapéus de bruxa. Seu modelo tridimensional, com corte transversal circular e com a extremidade pontuda é ideal para algumas construções e objetos.

Cones de trânsito

Os cones de trânsito podem ser encontrados nas estradas e calçadas pelo mundo. Charles P. Rudabaker de Nova Iorque foi quem inventou o cone de trânsito em 1914, quando ele era feito de concreto. Eles foram transformados nos leves cones de cor laranja que conhecemos no início do século 21. A base circular desses cones lhes dá estabilidade para se manterem em pé.

Tendas dos índios norte-americanos

Essas tendas, também chamadas de tipis, eram as casas usadas pelos nativos norte-americanos das grandes planícies. Elas consistiam em postes de madeira colocados em forma de cone e amarrados no topo, e então cobertos com tecidos ou pele de animal, deixando um buraco no topo para deixar sair a fumaça. Essas tendas eram particularmente úteis aos nativos devido à sua portabilidade. A base circular permitia que um grande número de pessoas vivesse ali e o topo afunilado oferecia um lugar para coletar a fumaça e deixá-la sair da tenda.

Catedral Metropolitana

A Catedral Metropolitana que fica no centro do Rio de Janeiro tem uma forma peculiar. Foi concluída em 1976 após 12 anos de construção. O enorme cone pode abrigar até 20.000 pessoas e abriga muitos artefatos, como pinturas murais e esculturas. O teto da catedral é uma clarabóia em forma de uma cruz. A catedral de Maringá, cidade do estado do Paraná, também tem a forma de um cone.

Torres de castelo

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Nos tempos antigos, a torre de um castelo servia como posto de observação para os soldados. As primeiras tinham formato quadrangular. No século 16, elas começaram a tomar uma forma arredondada. Essa forma era ideal pois, diferente das torres antigas, nelas não havia ponto cego para deixar os soldados vulneráveis.

Chapéus de bruxa

O icônico chapéu de bruxa pode ser encontrado em filmes, na televisão, e nas cabeças das crianças em todos os lugares em tempo de Halloween. Estes chapéus pontudos podem ser encontrados em xilogravuras desde o início do século 17, o que significa que ele existe há muito tempo. Em uma época, chapéus pontudos estavam na moda entre os londrinos. A moda se espalhou até o campo e permaneceu lá por muito tempo depois que havia desaparecido de Londres. Esta é, talvez, a origem do icônico chapéu, já que as mulheres nas áreas rurais muitas vezes praticavam fitoterapia e rituais folclóricos.

Mais recentes

×