Como consertar um reator de luminárias fluorescentes

••• single bulb 03 image by Krzysztof Szargiej from Fotolia.com

A iluminação fluorescente possui uma aparência mais natural e dura muito mais do que a incandescente. Estas são duas vantagens sólidas sobre as lâmpadas tradicionais, mas consertar um reator fluorescente é mais complicado do que simplesmente trocar o bulbo. Se você simplesmente trocar a lâmpada e não tentar identificar a causa que a levou a falhar, muito provavelmente estará desperdiçando seu tempo e uma lâmpada funcional. Descobrir a causa de falha em equipamentos fluorescentes geralmente o levará ao reator, no qual a maioria dos problemas ocorre. Faça seu caminho de forma sistemática até o reator pelos componentes da luminária e a causa será revelada.

Passo 1

Confirme a presença de corrente elétrica no equipamento.

Passo 2

Ligue e desligue o interruptor da parede três ou quatro vezes, observando a lâmpada que não liga ou fica piscando. Se não houver mudança, remova a armação para verificar se ela possui um interruptor. Com o interruptor da parede na posição de ligado, ligue a chave da armação de três a quatro vezes.

Passo 3

light switch image by David Ng from Fotolia.com

Procure por interruptores manuais. Estes são os que precisam ser apertados e segurados por três segundos antes da lâmpada ligar. Se você possui uma luminária de mesa ou sob alguma superfície, procure por esta característica. Algumas precisam de ativação manual, além da ativação pelo interruptor.

Passo 4

Verifique se o reator é o correto para o tamanho da lâmpada instalada. Isto é complicado, já que todos vêm no mesmo tamanho de caixa, mas não servem para qualquer bulbo. Por exemplo, para lâmpadas de 45 a 60 cm, o reator FS-2 é o único compatível, enquanto os FS-4, na caixa de mesmo tamanho, são para lâmpadas de 1,2 m. Combine o reator com a lâmpada corretamente.

Passo 5

bio battery image by dinostock from Fotolia.com

Use um voltímetro para confirmar a recepção de energia por parte da luminária.

Passo 6

Verifique a fiação de uma lâmpada que não liga, se ela sempre funcionou e não é uma substituição recente ou nova instalação, muito dificilmente será a responsável. Procure por danos de pestes nos fios, como marcas de mordidas, e também nas conexões.

Passo 7

Verifique se o problema não é um reator queimado se as pontas da lâmpada sempre estão acesas, mas o meio escuro. Novamente, verifique o tamanho do reator para este caso. Se a lâmpada piscar o tempo todo, mas não ficar ligada, identifique o tipo de lâmpada e reator apropriado para a mesma. Tente trocar a lâmpada e reator antes de ter gastos maiores com o equipamento.

Mais recentes

×