×
Loading ...

Como cruzar um lulu da pomerânia macho

O lulu da pomerânia é um cão pequeno atraente para donos de animais devido à sua natureza afetuosa e aparência fofa. Se decidir que quer cruzar o seu macho com uma fêmea, há muitas coisas que precisam ser consideradas cuidadosamente. Para uma reprodução eficaz e ética, você deve se educar sobre os fatos da criação, e deve estar preparado para os potenciais fardos financeiros e emocionais que um cruzamento de cães pode trazer.

Instruções

Considere as implicações financeiras e éticas antes de cruzar seu animal (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  1. Converse com seu veterinário sobre o que pode dar errado com o cruzamento. Se você for cuidar da fêmea e do macho, pode haver complicações com a gravidez que requerem atenção veterinária. Uma cesariana pode ser necessária e visitas desse tipo podem sair bem caras. Certifique-se de que possa arcar sem problemas com implicações financeiras.

    Loading...
  2. Cruze raças puras com raças puras. Assumindo que o seu lulu macho tenha pedigree, certifique-se de que a fêmea também tenha raça pura. Há uma demanda para cruzamentos de cães particularmente pequenos ou de diferentes raças. Isso pode parecer atraente, mas não é ético, pois pode enfraquecer a linhagem dos cães, produzindo animais fracos com defeitos genéticos. Isso é altamente antiético, então fique apenas com o cruzamento de raças puras.

  3. Visite o seu veterinário e faça exames médicos em ambos os cães. Algumas raças puras aparentemente saudáveis ​​não podem cruzar devido a anomalias hereditárias ou doenças que poderiam ser transmitidas para os filhotes. Ambos os cães devem ser saudáveis​​.

  4. Verifique o peso de ambos os cães. O macho nunca deve pesar mais de 1,36 kg a mais do que a fêmea. É bom para a fêmea pesar mais do que o macho. Nunca cruze dois lulus que sejam anormalmente pequenos para conseguir filhotes pequenos. Isso só servirá para produzir animais com graves problemas de saúde, o que não é ético.

  5. Saiba a idade de seu cão. Os machos devem ter pelo menos 2 anos antes de cruzar, e as fêmeas devem ter de 2 a 7 anos.

  6. Compreenda o ciclo do cio da fêmea. Os machos irão acasalar com qualquer fêmea a qualquer momento, em geral. No entanto, a cadela tem que exibir os sinais do cio, e mesmo assim ela pode não estar interessada em acasalar no primeiro momento. As fêmeas podem ser exigentes. Introduza o macho à fêmea 12 dias após ter começado o seu cio. Neste momento, ela fica mais propensa a engravidar. Você pode ajudar o processo, ajudando a cadela a relaxar. Esfregue sua barriga e fique ao seu lado até que ver que ela está relaxada e feliz. Deixe que o macho tente montá-la após esse momento.

  7. Encoraje-os a cruzar a cada três dias, uma vez ao dia. Mantenha-nos em coleiras separadas até ver que irão cruzar, do contrário eles podem ficar agressivos e se machucar.

Loading...

Dicas

  • Seu veterinário pode ajudá-lo a identificar o momento exato em que a fêmea está ovulando, medindo os níveis de progesterona no sangue em certos pontos durante seu ciclo. Isso pode ajudá-lo a identificar os melhores dias para permitir que os cães acasalem.

O que você precisa

  • Lulu da Pomerânia macho de raça pura
  • Lulu da Pomerânia fêmea de raça pura
  • Veterinário

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...