Por que filhotes de cães ofegam muito?

••• Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images

O processo de respiração ofegante em cães tem um propósito biológico por trás. Pode ser uma maneira de ajudar a resfriar o corpo ou um indicador de um problema mais sério. Ofegar é normal se isso acontece de forma previsível, como durante o calor ou corridas longas. Donos de cães podem notar que seus filhotes ficam ofegantes mais rápido que seus cães mais velhos, o que é normal para os mais jovens.

Função da respiração ofegante

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Os seres humanos são capazes de se esfriar por um processo de evaporação, impulsionado pela transpiração. Os cães não têm a mesma vantagem e devem procurar outros meios de arrefecimento de seu corpo. Ofegar é um processo fisiológico que movimenta o ar, e o faz entrar e sair em uma parte rasa dos pulmões. O ar pode ser trocado o suficiente para permitir que um processo de resfriamento aconteça, mas não profundo o suficiente para torná-los hiperventilados.

Ofegação normal

Thomas Northcut/Digital Vision/Getty Images

Ofegar deve ser considerado normal caso seja em resposta a algo estressante, como clima quente, stress, corrida ou excitação. Estas são todas as situações onde a respiração ofegante é esperada. Cães adultos têm uma taxa respiratória normal de 18 a 34 respirações por minuto, de acordo com o Manual de Saúde Canina. Filhotes têm uma taxa de respiração normal superior ao de um cão adulto, que pode ser confundido com ofegante. A taxa respiratória de um cachorro filhote pode aumentar cerca de dez vezes, o seu ritmo normal, antes de ser considerada ofegante. Ofegar deve ser algo temporário, até que a situação atual seja resolvida, períodos mais longos podem ser algo grave.

Problemas de saúde

Thinkstock/Stockbyte/Getty Images

Respiração ofegante em excesso pode ser um sinal de problemas respiratórios, cardíacos ou neurológicos. Problemas respiratórios podem levar a congestão nasal, colapso traqueal e as trocas gasosas alteradas nos pulmões. Devem-se observar alguns sintomas como tosse, congestão nasal, febre e dificuldade em respirar. Problemas cardíacos podem se manifestar em forma de congestionamento do coração canino, dirofilariose e as doenças relacionadas com sangue. Letargia, perda de apetite e respiração rápida e superficial são alguns dos sinais para procurar em um cachorrinho. Problemas neurológicos que estão ligados à respiração são graves e devem ser tratados imediatamente. Contate o seu veterinário para quaisquer questões relacionadas ao seu cão ou se surgirem quaisquer sintomas anormais.

Sinais de respiração ofegante anormal

Ryan McVay/Photodisc/Getty Images

Um cão com a respiração ofegante não é sinal de um problema por si só. Normalmente existem outros sinais e sintomas que se manifestam quando um problema mais grave ocorre. Longos ataques de respiração ofegante, respiração pesada, letargia, febre e perda de apetite devem ser consideradas e relacionadas a uma doença mais grave. Em filhotes, se a respiração é quase dez vezes maior do que o normal, isso é considerado ofegante. Um veterinário deve ser contatado imediatamente para um caso de respiração ofegante que não para, pois pode ser uma situação fatal.

Mais recentes

×