Como identificar um Patek Philippe falso

••• Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Antoine Norbert de Patek, um vendedor, e François Czapek, um relojoeiro, formaram a Patek, Czapek & Cie em 1831. Czapek por fim deixou a empresa, dando lugar ao relojoeiro Sr. Adrien Philippe, criando assim o "Patek Phillipe" que conhecemos hoje. Os Patek Phillipe são alguns dos melhores e mais caros relógios do mundo. A empresa orgulha-se de defender os valores mais estritos de independência, tradição, inovação, qualidade e mão de obra, raridade, estética, emoção, herança e serviço. Copiado por empresas inferiores com materiais básicos, falsificações dos relógios da Patek Phillipe são abundantes. Ao examinar uma possível cópia, há várias coisas para se ter em mente.

Passo 1

Visite o site oficial da Patek Phillipe em www.patek.com. Encontre uma foto autêntica do relógio em questão, combinando o estilo exato e modelo.

Passo 2

Compare o relógio em questão com a foto do autêntico. Examine-os de forma abrangente. Compare a moldura interna e externa, a coroa, os ponteiros, o mostrador e a pulseira. Quaisquer diferenças ou defeitos são sinais de falsificação.

Passo 3

Clique sobre as palavras "Retail Network" no menu do lado esquerdo do site da Patek Phillipe. Examine a lista de varejistas designados para a sua cidade e país. Se a loja ou indivíduo que vendeu o relógio em questão não estiver na lista, é provável que o relógio seja falso.

Passo 4

Observe o preço. Se ele for é muito baixo, então provavelmente o relógio não é autêntico. Os relógios da Patek Phillipe são alguns dos mais caros do mundo, custando milhares de dólares. Se o preço estiver na casa das centenas, até mesmo das altas centenas, provavelmente é uma cópia.

Mais recentes

×