×
Loading ...

Método para calcular o desvio padrão relativo da titulação

Após a realização de diversas titulações, é preciso registrar os dados obtidos; para isso, é necessário encontrar o grau de incerteza do resultado. Normalmente, ele equivale a duas vezes o desvio padrão, mas também é possível apresentá-lo como o desvio padrão relativo, que é aquele como uma porcentagem do valor médio.

É possível relatar o grau de incerteza dos resultados utilizando o desvio padrão e o desvio padrão relativo (Medioimages/Photodisc/Valueline/Getty Images)

Características

É importante ressaltar que o desvio padrão é um número associado a um conjunto de dados; se existir apenas um dado, não é possível obter um desvio padrão ou uma média. O costume habitual é realizar a titulação no mínimo três vezes (em triplicata) e calcular a média dos resultados. Dessa maneira, há três concentrações calculadas a partir de três titulações diferentes, sendo possível apresentar uma média desses valores com um grau de incerteza e um desvio padrão relativo (DPR).

Loading...

Desvio padrão

Para calcular a média, some os valores de concentração dos três ensaios e divida o resultado por três. O valor obtido representa a média e é o número a ser registrado como resultado. Em seguida, o desvio padrão será calculado. Para isso, subtraia o valor de cada concentração a partir da média; eleve ao quadrado os resultados e, então, some todos os três valores. Em seguida, divida o resultado por dois e calcule a raiz quadrada; o resultado obtido representa o desvio padrão.

Desvio padrão relativo

O desvio padrão relativo converte o erro ou a incerteza do resultado em porcentagem. Para calculá-lo, divida o desvio padrão pela média e multiplique o resultado por 100%. Algumas pessoas referem-se ao desvio padrão dividido pela média como o relativo, embora esse número seja mais frequentemente convertido em porcentagem. Pode-se utilizar apenas o desvio padrão dividido pela média (sem multiplicar o resultado por 100%).

Relatando os resultados

Ao relatar os resultados, multiplique o desvio padrão por 2 e, então, apresente-o como o grau de incerteza. Se a média é 0,50 e o desvio padrão é 0,01, por exemplo, pode-se relatar 0,50 +/- 0,01 como resposta. É possível também apresentar o desvio padrão relativo em porcentagem, dependendo do tipo de relatório ou apresentação que se deseja fazer. Pode ser útil programar a fórmula do desvio padrão e da porcentagem do desvio padrão relativo na calculadora ou no computador para automatizar esses cálculos e utilizá-los em diversas situações.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...