Como abaixar a pressão sistólica sem abaixar a diastólica

Escrito por morgan owens | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como abaixar a pressão sistólica sem abaixar a diastólica
Pressão baixa também é ruim (NA/Photos.com/Getty Images)

A pressão alta ou hipertensão é uma condição perigosa que, por vezes, não apresenta sintomas. A pressão sanguínea é medida através da pressão sistólica e diastólica. A sistólica se refere à pressão exercida nas paredes dos vasos sanguíneos pelo sangue bombeado pelo coração. A diastólica se refere à pressão nas artérias quando o coração está em repouso. A maior parte das pessoas que sofrem de hipertensão tem tanto a pressão sistólica quanto a diastólica altas, mas, em alguns casos, os indivíduos sofrem de pressão sistólica anormalmente alta com uma diastólica baixa ou normal. Essa condição se chama hipertensão sistólica isolada. Como a pressão baixa também é preocupante, os indivíduos que sofram dessa condição precisam baixar a pressão sistólica sem baixar a diastólica.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Faça exercícios se seu coração estiver em boas condições. O exercício tornará o músculo mais forte. Um coração mais forte poderá bombear o sangue fazendo menos força, abaixando, assim, a pressão sistólica. Converse com seu médico para certificar-se de que seu coração seja saudável antes de fazer exercícios. Recomenda-se que se faça 30 minutos consecutivos de exercícios de esforço entre moderado e vigoroso, ao menos cinco vezes por semana.

  2. 2

    Tome medicamentos que abaixem a pressão sistólica sem afetar a diastólica. Um estudo publicado em 2001 na "Nephrology Dialysis Transplantation” descobriu que os diuréticos tiazídicos e os antagonistas de cálcio (como o Norvasc) são duas das melhores classes de medicamentos para baixar a pressão sistólica sem abaixar a diastólica. Converse com seu médico sobre esses remédios.

  3. 3

    Tome os remédios prescritos pelo médico para ajudar a fortalecer o coração. Esses medicamentos costumam ser usados como uma alternativa, caso seu coração não esteja saudável o bastante para fazer atividades cardiovasculares. Esses remédios fortalecerão as contrações cardíacas, permitindo que o coração faça menos esforço para bombear a mesma quantidade de sangue e, portanto, abaixando a pressão sistólica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível