Alimentos que contém melatonina

Escrito por dr. daya perkins | Traduzido por luiz afonso de oliveira moura santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alimentos que contém melatonina
Azeite de oliva e tomates são boas fontes de melatonina (Eising/Photodisc/Getty Images)

Melatonina é um hormônio produzido pelo nosso organismo na glândula pineal e no nosso trato gastrointestinal. Esse hormônio tem um papel fundamental na sincronização dos ritmos circadianos e ajuda a regular o ciclo sono-vigília nos mamíferos. Além dessas funções, melatonina é um potente antioxidante que protege o corpo dos danos causados por radicais livres. Apesar da melatonina sintética ter ganhado popularidade recentemente como um suplemento nutricional, a melatonina natural pode ser encontrada em uma variedade de alimentos.

Outras pessoas estão lendo

Fontes

Alimentos comuns como azeite de oliva, vinho e até cerveja são fontes ricas desse hormônio. Melatonina também é encontrada em várias frutas e vegetais comuns, como tomates, cascas de uva, cerejas e nozes. Apesar da maioria desses alimentos conter uma dose significantemente menor de melatonina que as doses comuns em suplementos, incorporar parte desses alimentos na dieta é fácil e fornece quantidades benéficas desse hormônio.

Quantidades

Uma consideração importante é se o corpo consegue obter quantidades suficientes de melatonina somente dos alimentos. Uma revisão recente no "Journal of Pineal Research" mostra o aumento na concentração de melatonina e de antioxidantes no sangue de pessoas que consomem alimentos ricos nesse hormônio.

Benefícios para a saúde

A melatonina age com um antioxidante, limpando o organismos de agentes danosos que promovem inflamação e envelhecimento e que podem causar doenças, como câncer e problemas cardiovasculares e neurológicos. Apesar de ser necessário mais estudos, há um consenso sobre a potência desse composto nessa função. Apesar de não promover um efeito curativo específico, a melatonina ingerida nos alimentos pode levar a níveis saudáveis de antioxidantes.

Alertas

Melatonina proveniente de alimentos é normalmente usada devido aos seus efeitos benéficos, e não como um auxílio ao sono. Isso é devido à quantidade, distribuição e horário no qual a melatonina é ingerida através de alimentos. Se esse hormônio for usado como regulador de padrões de sono ou para aliviar os sintomas do jet lag (descompensação horária), então um suplemento com maior quantidade da substância é o recomendado. Sempre consulte o seu médico antes de usar suplementos, pois ele podem interagir com outros medicamentos.

Considerações

Além de considerar a quantidade de melatonina obtida diretamente do alimento, considere também que alterar a comida pode afetar a disponibilidade e absorção do hormônio. Por exemplo, cozinhar em temperaturas altas ou a fermentação podem afetar o quanto de melatonina pode ser obtida do alimento. Idealmente, os alimentos consumidos devem estar frescos e não devem ser processados para se obter o seu máximo valor nutricional.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível