Alívio para erupções cutâneas em cães

Escrito por christie gross | Traduzido por fernanda campello
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alívio para erupções cutâneas em cães
Existem alguns remédios caninos para erupções cutâneas (Ronja 5 image by Nadine Wendt from Fotolia.com)

Erupções cutâneas podem ser bastante dolorosas para um cão. Independentemente de serem causadas por reações alérgicas ou por infecções, erupções podem causar uma coceira localizada, que faz o cão se coçar e lamber constantemente o local para conseguir alívio. Ao contrário dos humanos, que têm dezenas de remédios e pomadas para acalmar a pele e reduzir a irritação rapidamente, os cães têm menos opções disponíveis para solução imediata. Isso porque a sua espessa camada de pelos por vezes torna difícil a identificação das erupções e dificulta a aplicação do tratamento, retardando a penetração do medicamento na pele.

Sobre erupções cutâneas

Chamamos de erupção cutânea uma área da pele vermelha e inflamada. Geralmente, as erupções coçam bastante e podem ficar quentes ao toque. Elas frequentemente aparecem em cães em áreas como a barriga ou as patas. O site Seefido afirma que uma erupção pode ficar do tamanho de um prato 12 a 24 horas após a coceira começar. Se você perceber que seu cão está se coçando obsessivamente ou lambendo e mordendo uma área do corpo, afaste os pelos dele e procure por uma erupção cutânea.

Diagnóstico

Depois de afastar os pelos do cão e identificar uma erupção cutânea, o próximo passo será diagnosticar sua causa. Como essas erupções podem aparecer do dia para a noite, pode ser difícil identificar a causa. Cães com alergias podem desenvolver uma erupção quando expostos a um agente irritante. Quando parasitas como pulgas e ácaros infectam um cão, eles podem irritar sua pele, provocando coceira e a formação de uma erupção. A erupção pode ser também um efeito colateral negativo de um medicamento e, nesse caso, talvez o cão precise interromper o tratamento.

Pode ser necessário levar o animal a um veterinário para um exame minucioso. Assim, será possível determinar precisamente a causa do prurido e indicar o procedimento adequado para tratar a erupção e evitar sua recorrência.

Tipos de tratamento

As erupções cutâneas podem deixar o animal extremamente infeliz. Consultar um veterinário é o ideal para diagnosticar a causa da erupção, porém, isso nem sempre é financeiramente viável ou conveniente no caso de uma pequena irritação de pele. A boa notícia é que, além dos medicamentos que só podem ser comprados sob prescrição, há uma série de remédios caseiros ou isentos de prescrição disponíveis para aliviar coceira. Os tratamentos de erupções consistem em aplicações tópicas, em xampus e até mesmo em medicamentos orais.

Medicamentos sob prescrição

O veterinário pode prescrever um anti-histamínico oral ou tópico ou um antibiótico para tratar a erupção e aliviar a coceira. Comprimidos de cortisona também podem ser eficazes em acabar com a coceira. Esses tratamentos são geralmente prescritos para um animal cuja erupção cutânea foi causada por uma infecção parasitária ou fúngica, ou ainda em casos de alergias graves.

Medicamentos isentos de prescrição

A babosa, ou aloe vera, ajuda a acalmar e curar a pele irritada quando aplicada diretamente sobre a erupção cutânea. O site Organic Pet Digest recomenda aplicar leite de magnésia com uma bola de algodão para promover a cicatrização da erupção. A maioria das lojas de animais oferece xampus especialmente formulados com agentes refrescantes e hidratantes para pele seca e irritada. A aplicação tópica de hidrocortisona canina também pode aliviar a erupção cutânea.

Tratamentos alternativos

Uma sugestão de tratamento alternativo é usar uma solução de bicarbonato de sódio em água. Essa mistura, quando aplicada sobre a pele, pode reduzir o prurido. Além disso, banhar seu cão com água contendo sulfato de magnésio (sal amargo) pode acalmar a pele irritada. Outra opção é fazer a limpeza da área infectada com água e sabão neutro, removendo todas as bactérias que possam ter entrado na pele conforme o animal foi se coçando. Também pode ser necessário tosar o cão ao redor da área infectada para expor a erupção. Aplique um antisséptico, como peróxido de hidrogênio, e não álcool, para manter a pele o mais limpa possível durante o processo de cicatrização. O uso de suplementos alimentares como óleo de peixe, sementes de abóbora, vitamina E e até mesmo um banho com chá verde podem reduzir a irritação da pele e a inflamação, principalmente se o cão tem tendência a pele seca.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível