Conhecimento

Por que o argônio é necessário na soldagem de alumínio?

Escrito por michael dempster | Traduzido por ricardo soares
Por que o argônio é necessário na soldagem de alumínio?

A soldagem de alumínio requer o equipamento de segurança correto

welding image by glgec from Fotolia.com

O alumínio e suas ligas estão entre os materiais de construção mais utilizados, mas, se soldados incorretamente, a falha estrutural poderá levar a resultados catastróficos. Uma grande vantagem deste elemento em relação aos outros materiais é a sua elevada resistência à corrosão, mas esta mesma propriedade requer a aplicação de gases inertes na soldagem para produzir uma solda forte e segura. Ao entender os princípios por trás de cada etapa do processo de soldagem de alumínio, você poderá produzir soldas de alta qualidade que resistem a seus trabalhos e durarão a vida inteira.

Outras pessoas estão lendo

Prepare as superfícies para serem soldadas

Prepare as superfícies para serem soldadas. O alumínio acumula uma camada muito fina de óxido de alumínio. Esta superfície cria um selo sobre o metal que previne o oxigênio de corroê-lo, da mesma forma que acontece com metais como o ferro. Use uma escova de arame que não tenha sido usada para limpar nenhum outro metal. Se o óxido de alumínio não é limpado na superfície, a solda não será de alumínio puro, e irá tornar-se frágil e quebrar.

Aplique o gás argônio de proteção

Aplique o gás argônio de proteção. Ele é um gás inerte, o que significa que não reage quimicamente com outros materiais. Isto protege o alumínio do oxigênio no ar, evitando uma acumulação de alumínio sobre as superfícies que serão soldadas. Além disso, o argônio é mais pesado do que o ar, tornando-o mais fácil de mantê-lo no lugar. Outros gases poderiam ser utilizados como um escudo, mas podem reagir quimicamente com o alumínio, dissiparem-se na atmosfera ou impedir o curso do arco durante o processo de soldagem.

Golpeie o arco

Golpeie o arco. Uma corrente elétrica é passada entre um eletrodo e o material que está para ser soldado, o que fornece a energia para fundir o metal. O gás argônio ioniza facilmente, significando que a corrente eléctrica é mais estável do que com outros gases de proteção. Além disso, o gás tem uma baixa condutividade térmica, o que significa que menos energia térmica é perdida em relação ao que aconteceria na presença de outros gases.

Solde o material

Solde o material. Durante este processo, o alumínio é elevado a uma alta temperatura, fazendo com que ele reaja com o oxigênio ainda mais facilmente. O argônio desloca o oxigênio, resultando em uma solda de alumínio forte e pura. Depois de a solda ter esfriado, o alumínio poderá ser removido para a atmosfera, permitindo que uma camada fina de óxido de alumínio protetora se acumule na superfície da solda.

Não deixe de ver

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media