Arte e arquitetura hindu

Escrito por kenneth w. michael wills | Traduzido por bianca amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Arte e arquitetura hindu
A expressão hindu é um legado rico de ideias de formas distintas e integração de ideias novas (Photos.com/AbleStock.com/Getty Images)

A arte e arquitetura hindu são um rico mosaico com raízes datando de tempos tão ancestrais quanto 2000 BCE. A arte e arquitetura do hinduísmo são visualmente ricas, como evidenciam as pinturas que fazem parecer que o observador é parte da cena, esculturas que parecem encarnações de deuses vivos e demandam reverência à primeira vista. Tanto a arte quanto a arquitetura hindu exibem complexidade única à forma, mas também não está acima da influência de outras tradições ricas.

Outras pessoas estão lendo

Índia antiga

Para os antigos povos védicos, o mundo físico é apenas uma parte da história, também existia um mundo imaterial, que era não manifesto. As ideias védicas consistiam em geometria sagrada, procedimentos repetidos, mudança e equivalência. As antigas arte e arquitetura hindu são cheias de iconografias e formas distintas que podem ser traçadas aos textos dos Sutras que discutem estruturas primitivas. Tais iconografias em templos antigos construídos sobre o princípio da geometria sagrada parecem uma tentativa de manifestar o mundo imaterial não manifesto. O mesmo se aplica a pinturas e escultura. As formas clássicas de arte e arquitetura hindu consistem em Rajasthani, Moghul, Kangra, Pahari e Kalighat para nomear algumas poucas. A sociedade hindu de desenvolveu e diversificou, e o mesmo aconteceu com suas manifestações artísticas.

Influências budistas

Com raízes anteriores a 225 BCE, a arte e arquitetura budistas possuem uma tradição tão rica quanto as formas hindus antigas. Com Asoka, o imperador Mauryan (norte da Índia) estabeleceu o budismo como religião oficial, levando ao florescimento da arte e arquitetura budista. Asoka foi o responsável por uma grande quantidade de encomendas de projetos arquitetônico e artísticos que reverenciavam o budismo. Com sua morte, contudo, seu império se deteriorou, mas não seu legado artístico. As dinastias hindus que sucederam Asoka, os Sungas e Andhras, foram tolerantes com a tradição dos seguidores de Buda. Essa tendência ainda continua na Índia modera, em particular nas castas mais baixas do hinduísmo que se convertem ao budismo, mas ainda mantém as influências hindus nas artes e arquitetura.

Influências islâmicas

Em torno do século XII, o islã foi introduzido no subcontinente indiano; não apenas a religião, mas uma nova forma de arte e arquitetura. Contudo, os invasores islâmicos não eram tão tolerantes com as expressões das tradições hindu ou budistas, muitas vezes destruindo esculturas e outras formas de arte. À invasão islâmica é geralmente atribuída o declínio do budismo na Índia, com seus seguidores fugindo ou se convertendo ao hinduísmo. Isso aumentou a integração nas formas de arte hindus e budistas, mas o processo também se utilizou de expressões islâmicas. Duas das formas islâmicas mais influentes foram o arco e minarete, ambos incorporados arte hindu e arquitetura. A influência islâmica na arte e arquitetura hindu vem principalmente da tradição da pérsia islâmica com as mudanças mais importantes ocorrendo na música, produzindo a música "hindustâni" e arquitetura, envolvendo a fusão da alvenaria de pedra hindu e tradição islâmica de espaço e de graça.

Índia moderna

Na Índia moderna, faz-se esforços para nacionalizar, ou "indianizar" arte e arquitetura. Como apontado pelo estudioso da arquitetura Ritu Bhatt quando era colega de Woodrow Wilson na Universidade da Califórnia em Berkeley, o esforço é dificultado por falácias no estudo da arte e arquitetura antigas, que muitas vezes deixa de apreciar a forma como as tradições expressivas hindu, budista e islâmica se fundiram e evoluíram simultaneamente. Como estas diferentes tradições se fundiram, a arte e arquitetura que surgiram provaram ser estilos completamente integrados, ao invés de distintos. Esta integração foi muitas vezes altamente pessoal, resultando em uma gama diversificada de arte e arquitetura que desafia classificação. Outra complicação, Bhatt escreveu, é a tendência moderna de ler o significado político ou religioso como uma fusão arquitetônica puramente estilística. Abraçar a diversidade estilística parece apropriado. Afinal, a arte e arquitetura hindus têm uma história distinta por abraçar novas idéias, mesmo sob as piores circunstâncias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível