Por quanto tempo borboletas devem ficar em seus casulos?

Escrito por julia fuller | Traduzido por rodrigo gammaro alves nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por quanto tempo borboletas devem ficar em seus casulos?
Borboleta (http://www.flickr.com/photos/hape_gera/193869094/)

As borboletas são um milagre da natureza. Começam a vida como um ovo, tornando-se uma larva geralmente chamada de "lagarta", rastejam por plantas e crescem. Um dia, encontram um lugar para se pendurar e fazem um casulo que endurece e se torna uma crisálida. A crisálida, ou pupa, se quebra, abre, e uma criatura completamente diferente aparece. Os cientistas chamam isso de "metamorfose": a maravilhosa transformação em uma bela borboleta.

Outras pessoas estão lendo

Função

A lagarta cresce e cria uma capa protetora, conhecida como pupa, fazendo seu casulo com a seda que secreta de glândulas espalhadas por seu corpo. As linhas de seda grudam e endurecem ao entrar em contato com o ar. A pupa tem um revestimento duro que pode se camuflar com cores. A lagarta permanece adormecida em seu interior, enquanto uma incrível transformação ocorre. As estruturas adultas da borboleta são formadas, e as estruturas das larvas são destruídas.

Tempo

A crisálida é um recipiente surpreendentemente versátil. Ela pode abrir em menos de duas semanas com uma borboleta monarca totalmente formada, ou durar por todo o inverno em áreas com neve, como o repolho branco que surge na primavera. Outros casulos oferecem proteção para a larva durante toda a estação seca, e a pupa espera até que as chuvas de primavera chegem, como na Tegeticula yuccasella. A Ornithoptera fica no casulo por cerca de 40 dias. As grandes azuis põem as pupas em formigueiros por um inverno inteiro até que novos adultos possam emergir totalmente formados no verão seguinte.

Tipos

Há uma grande variedade de formatos de casulos tecidos por insetos que passam por metamorfose. Eles podem ser macios, resistentes, duros, semitransparentes, opacos, brilhantes ou foscos. A estrutura pode ser de malha facilmente rasgável ou sólida e intimamente tecida, constituída por uma única camada ou de múltiplas camadas. A Papilio polyxenes cria uma crisálida marrom ou verde para se esconder na folhagem por até duas semanas, embora possa hibernar o inverno inteiro também. A pupa da Ornithoptera pode ter bem mais de 3 centímetros de comprimento, com coloração marrom claro interposta com manchas de amarelo em padrões irregulares para oferecer camuflagem para 40 dias de proteção até o adulto emergir. A borboleta monarca cria uma crisálida que se parece com uma linda joia verde com manchas de ouro.

Geografia

As borboletas vivem em todo o mundo com exceção da Antártida, e vêm em diferentes cores, formas e tamanhos. A casa de uma borboleta pode controlar quanto tempo ela permanece na fase de pupa. Nos trópicos, as borboletas continuam a reproduzir-se, e portanto, passam pela pupa em qualquer época do ano. O atraso mais notável no surgimento da pupa pode ser no Deserto de Mojave pelas Anthocharini. Essas borboletas são capazes de permanecer em uma crisálida até sentirem bastante umidade para emergir e se alimentarem de plantas. Caso a umidade do deserto não seja suficientemente elevada entre 1º de janeiro e 15 de fevereiro, a planta hospedeira da borboleta não será capaz de germinar, e assim, a borboleta não terá alimento. Por isso, não surgem durante a temporada, mas esperam o próximo ano. Em um laboratório de teste, as pupas sobreviveram na crisálida por nove anos até surgirem condições de umidade adequadas.

Efeitos

A crisálida pode começar a se tornar transparente cerca de um dia antes da borboleta emergir, e a estampa da asa torna-se visível através dela. Veja as borboletas surgindo no início da manhã. No início, suas asas parecem muito pequenas e enrugadas. Ao se pendurarem e secarem ao sol, suas asas incham e começam a parecer normais. As borboletas Nymphalis antiopa da Eurásia se separam umas das outras por cerca de 3 semanas para se tornarem pupas. Quando elas saem, procuram florestas e jardins para armazenar a gordura para a hibernação. Essas borboletas adultas hibernam. Você pode querer pensar em plantar um jardim de borboletas para atrair espécies nativas e oferecer-lhes proteção. Muitas estão em listas de extinção devido ao excesso de colecionadores e perda de habitat nativo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível